AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DOS CERRADOS: UM ESTUDO DE CASO NO COLÉGIO ALEXANDRE LEAL COSTA, NO OESTE DA BAHIA - DOI 10.5216/bgg.v33i2.25558

Autores

  • Valney Dias Rigonato Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v33i2.25558

Resumo

Este texto apresenta os resultados das reflexões realizadas a partir das representações sociais – desenhos eescritas – oriundas do Projeto de Intervenção Pedagógica: Pesquisa-Ação (PIP-PA), desenvolvido na disciplinade Estágio Supervisionado em Geografia: “As representações sociais dos Cerrados do oeste da Bahia”. Apesquisa foi desenvolvida com os estudantes do 1º ano do Ensino Médio do Colégio Alexandre Leal Costa,na cidade de Barreiras-BA, em 2011. A metodologia baseou-se nos princípios da Geografia Escolar apoiadapelos procedimentos metodológicos da Pesquisa-Ação, os quais buscam intervir na realidade pesquisada. Alémdisso, utilizou-se o recurso audiovisual enquanto procedimento metodológico. As representações sociais dosCerrados, pelos estudantes, se definem em três tipos: cerrados desumanizados, uso e ocupação estereotipadose cenários futuros: desertificação e urbanização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-07-24

Como Citar

DIAS RIGONATO, V. AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DOS CERRADOS: UM ESTUDO DE CASO NO COLÉGIO ALEXANDRE LEAL COSTA, NO OESTE DA BAHIA - DOI 10.5216/bgg.v33i2.25558. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 33, n. 2, p. 239–258, 2013. DOI: 10.5216/bgg.v33i2.25558. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/25558. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos