Pierre L´Enfant e a criação de uma cidade de forte valor simbólico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v16i3.73184

Resumo

No âmbito dos estudos urbanos, as investigações centradas na história das cidades planeadas têm incidido, sobretudo, na explicação dos fatores que comandaram o seu aparecimento, na identificação das opções subjacentes ao seu desenho urbano, assim como na compreensão do modo como as etapas iniciais do seu planeamento foram posteriormente condicionando as suas dinâmicas sociais, económicas, culturais e políticas. São menos comuns as investigações preocupadas em descortinar quais foram as principais influências e referenciais que estiveram na base das opções urbanísticas seguidas pelos planeadores e visionários destas novas cidades. Este artigo, privilegiando uma abordagem historicista baseada em pesquisa de arquivo e revisão de literatura, demonstra como, no caso do Plano de 1791 de Pierre L’Enfant para Washington DC, este foi deterministicamente influenciado pela sua biografia e pelo contexto sociopolítico em que viveu, mas também por outros exercícios de planeamento urbano, a cujas peças desenhadas o urbanista teve acesso ou cuja concretização prática teve a oportunidade de conhecer.

Palavras-chave: História Urbana. Urbanismo. Planeamento Urbano. Cidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-12-21

Como Citar

NUNES, F. Pierre L´Enfant e a criação de uma cidade de forte valor simbólico . Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 16, n. 3, p. 25–39, 2022. DOI: 10.5216/ag.v16i3.73184. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/73184. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos