Covid-19 e sua dinâmica de propagação na rede urbana do Maranhão, Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v16i3.72249

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo analisar a dinâmica de propagação da covid-19 a partir da rede urbana do Maranhão. Para tal, estabelece a relação entre o fenômeno e a oferta de serviços de saúde no estado. O período analisado compreende um ano de pandemia, a contar do primeiro caso registrado. São considerados dados da espacialização de especialidades médicas e equipamentos médico-hospitalares, bem como informações sobre a evolução viral nesse período, com base no número de casos e de óbitos. As principais fontes de dados são a pesquisa Regiões de Influência das Cidades 2018, do IBGE; a base de dados Datasus, do Ministério da Saúde; e a Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão. Os resultados sugerem que a difusão de covid-19 no Maranhão tenha se desencadeado, em certa medida, de forma hierarquizada, seguindo as centralidades e polarizações dos principais centros em relação aos centros menores, a partir da rarefeita oferta de serviços de saúde no estado.

Palavras-chave: Covid-19. Rede urbana. Maranhão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-12-21

Como Citar

OLIVEIRA, A. B.; BERNARDES DA SILVA, A. M. Covid-19 e sua dinâmica de propagação na rede urbana do Maranhão, Brasil. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 16, n. 3, p. 80–101, 2022. DOI: 10.5216/ag.v16i3.72249. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/72249. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos