Reflexões e Diretrizes para o Estudo da Paisagem Vernacular

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v15i3.66634

Resumo

O conceito de Paisagem Vernacular foi utilizado pela primeira vez por J.B Jackson, ensaísta estadunidense que procurou interpretar e valorizar as paisagens comuns observadas nos Estados Unidos da América. E, desde então, esse conceito vem sendo trabalhado dentro dos estudos de Paisagem Cultural. A despeito da riqueza de interpretações possíveis, a Paisagem Vernacular não possui um tratamento teórico e metodológico sistemático. Este artigo procura preencher esta lacuna e para isso procuramos conceituar o termo e procurar pelas particularidades que diferencia das demais categorias de Paisagem Cultural. Em seguida definimos quais diretrizes e parâmetros de análise podem ser utilizados para seu estudo, seguido das abordagens mais relevantes de pesquisa. O artigo traz ainda o exemplo de um estudo com a Paisagem Vernacular no norte do Paraná, tendo como exemplo a localidade Invernada, onde são aplicados alguns dos parâmetros discutidos no texto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-12-20

Como Citar

FRANK, B. J. R.; TETSUYA YAMAKI, H. . Reflexões e Diretrizes para o Estudo da Paisagem Vernacular. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 15, n. 3, p. 146–161, 2021. DOI: 10.5216/ag.v15i3.66634. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/66634. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos