Um naturalista imaginando o futuro – Saint Hilaire e o Sertão Cerrado do Brasil

Autores

  • Euripedes Funes Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, Ceará, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v14i3.64949

Resumo

O presente texto é uma reflexão sobre as narrativas do naturalista Saint-Hilare sobre a paisagem do cerrado, quando de passagem por Goiás em 1819. Em sua visão utilitarista preconizou a agricultura como saída para a crise econômica que a província atravessava. Ao mesmo tempo, em que deparou com a prática da queimada para o plantio, afirmou não estar longe o tempo em que os brasileiros iriam lamentar a extinção total de suas matas. Prenúncio de um porvir.

Palavras-chave: Viajante, Cerrado, Goiás.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-20

Como Citar

FUNES, E. Um naturalista imaginando o futuro – Saint Hilaire e o Sertão Cerrado do Brasil. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 14, n. 3, p. 145–155, 2020. DOI: 10.5216/ag.v14i3.64949. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/64949. Acesso em: 22 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos