Geografia, paisagem, literatura e geopatrimônio nas obras de Guimarães Rosa

Autores

  • Vania Kele Evangelista P. Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Contagem, Minas Gerais, Brasil.
  • Luiz Eduardo Panisset Travassos PUC Minas, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v13i3.58416

Resumo

A paisagem é um tema muito abordado na geografia desde os tempos mais antigos. Contudo, seu estudo não se limitou a apenas a essa ciência. Despertou interesse em vários outros campos da ciência e em diferentes profissionais como o escritor Guimarães Rosa que teve um olhar especial para as paisagens de Minas Gerais. É nesse cenário com suas serras, chapadas, rios e veredas que o autor criou seus personagens expondo a vida de um povo sofrido e encantador. Diante de tamanha beleza e riqueza de detalhes dos elementos do patrimônio natural descritos pelo autor no sertão mineiro torna-se necessário elencar alguns locais de destaque nas suas obras para que as pessoas, ao visitarem os locais, tenham acesso a informações de cunho turístico, científico e educativo. Nesse viés, a partir da leitura das obras rosianas e dos Marcos Territoriais do Circuito Guimarães Rosa (CGR) surge a proposta de identificação do geopatrimônio e a criação do Roteiro Geoturístico Sertões de Minas Gerais (SMG) que visa contribuir para o desenvolvimento sustentável regional por meio de ações que priorizem as comunidades locais e os elementos físicos descritos pelo escritor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-12-20

Como Citar

EVANGELISTA P., V. K.; TRAVASSOS, L. E. P. Geografia, paisagem, literatura e geopatrimônio nas obras de Guimarães Rosa. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 13, n. 3, p. 112–137, 2019. DOI: 10.5216/ag.v13i3.58416. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/58416. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos