Índice de qualidade para avaliação de áreas verdes públicas

Autores

  • Mariana Cristina da Cunha Souza Faculdade de Tecnologia de Presidente Prudente, Presidente Prudente, São Paulo, Brasil.
  • Margarete Cristiane Costa Trindade Amorim Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, São Paulo, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v13i2.54533

Resumo

Na ciência geográfica é comum a proposição de procedimentos de análise da qualidade ambiental, estruturados a partir de indicadores ambientais existentes na paisagem, que sejam passíveis de mensuração quali-quantitativa. Assim, o objetivo deste artigo é refletir sobre a sistematização do Índice de Qualidade de Áreas Verdes (IQA) aplicado na área urbana de Presidente Prudente (SP) e destacar a importância da escolha dos indicadores no processo de elaboração do índice. A proposta reflete um esforço metodológico no desenvolvimento de técnicas de avaliação ambiental, mostrando-se viável tanto para a sistematização e padronização de dados primários e secundários quanto para a identificação de padrões de qualidade na escala intraurbana e numa perspectiva espaço-temporal.
Palavras-chave: Espaços livres de uso público. Espaço urbano. Indicadores ambientais. Qualidade ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-04-20

Como Citar

CUNHA SOUZA, M. C. da; AMORIM, M. C. C. T. Índice de qualidade para avaliação de áreas verdes públicas. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 13, n. 1, p. 62–83, 2019. DOI: 10.5216/ag.v13i2.54533. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/54533. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos