Classificação dos serviços ecossistêmicos prestados pelas áreas úmidas na zona estuarina do Rio Piancó-Piranhas-Açu (Nordeste, Brasil)

Autores

  • Denise Santos Saldanha Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Caicó, Rio Grande do Norte, Brasil.
  • Diógenes Félix da Silva Costa Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Caicó, Rio Grande do Norte, Brasil. http://orcid.org/0000-0002-4210-7805

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v13i3.54443

Resumo

As áreas úmidas são ecossistemas importantes  tanto para a sociedade como para a biodiversidade, apresentam-se em zonas de transição entre os ambientes terrestres e aquáticos, responsáveis por oferecer serviços para o bem estar humano e biológico, resultantes do seu capital natural. O presente trabalho teve como objetivo avaliar os serviços ecossistêmicos prestados pelas áreas úmidas no complexo estuarino do Rio Piancó-Piranhas-Açu (RN). Foi realizado o mapeamento e classificação das áreas úmidas, assim como a identificação dos serviços ecossistêmicos prestados na área de estudo. A partir desta perspectiva integrada da dinâmica entre o uso humano e seus reflexos nos processos ecológicos dos ecossistemas analisados (ex. manguezal, lagoas, lagunas, salinas solares, etc.), tem-se um melhor entendimento do desempenho destes processos, os quais propiciam a manutenção ou maior disponibilidade de serviços ecossistêmicos considerados chave para a gestão costeira.

Palavras chaves: Capital Natural, Litoral Semiárido do Brasil,  SIG,  Classificação CICES.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-12-20

Como Citar

SALDANHA, D. S.; COSTA, D. F. da S. Classificação dos serviços ecossistêmicos prestados pelas áreas úmidas na zona estuarina do Rio Piancó-Piranhas-Açu (Nordeste, Brasil). Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 13, n. 3, p. 263–282, 2019. DOI: 10.5216/ag.v13i3.54443. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/54443. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos