A força da cultura local: a manutenção da produção de guisados frente a expansão da cana-de-açúcar em Miai de Baixo-Coruripe/AL - DOI 10.5216/ag.v6i3.4962

Autores

  • Rafaela dos Santos Universidade Federal do Sergipe

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v6i3.4962

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar a resistência da produção cultural de grupos familiares frente a expansão do cultivo da cana-de-açúcar a partir da produção de guisados no povoado Miai de Baixo, no Município de Coruripe/AL. A metodologia  constitui-se de atividades de campo, com a realização de entrevistas e conversas informais com os referidos grupos, registro fotográfico e revisão bibliográfica sobre a temática. A base deste trabalho está fundamentada no conceito de identidade cultural, enveredando pela geografia cultural.  Como resultados, observamos a resistência dos traços culturais dessas famílias que se identificam com seus modos de vida, sua produção e reprodução a partir do saber-fazer. Também é feito uma análise das consequências que a perda das terras causaram à comunidade que as utilizavam como meio de produção. A luta para superar as adversidades oriundas da falta de terras constituiu-se em um desafio incomensurável, que foi superado com a produção dos guisados, ícone da identidade cultural desse povo.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

14-11-2012

Como Citar

Santos, R. dos. (2012). A força da cultura local: a manutenção da produção de guisados frente a expansão da cana-de-açúcar em Miai de Baixo-Coruripe/AL - DOI 10.5216/ag.v6i3.4962. Ateliê Geográfico, 6(3), 12–27. https://doi.org/10.5216/ag.v6i3.4962

Edição

Seção

Artigos