A festa na cidade no século XIX e início do século XX: lembranças e memórias da cidade da Parahyba–Brasil - DOI 10.5216/ag.v2i2.4725

Autores

  • Doralice Sátyro Maia UFPA
  • Nirvana Lígia Albino Rafael Sá UFPA

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v2i2.4725

Resumo

A festa é um fenômeno social regido por regras, leis, lógica própria. As cerimônias, os rituais e as celebrações compõem a sua identidade. Nas cidades as festas acontecem sejam como festas populares, sejam como festas tradicionais. Nas cidades brasileiras as festas da padroeira ocorrem desde o período colonial e marcam o calendário local, representam uma homenagem ao(à) santo(a) local, mas também celebram o dia da fundação da cidade, portanto unem o religioso com o profano e ainda em muitos casos o cívico. No século XIX e nas primeiras décadas do século XX, essas festas eram eventos de grande importância na vida dos habitantes da cidade. A partir dos registros documentais, mas principalmente da memória de antigos habitantes da cidade de João Pessoa-PB, então cidade da Parahyba, procura-se resgatar as festas civis e religiosas e a sua significação para a vida da cidade. Palavras-chaves: festa; memória, cidade, festas civis, padroeira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-09-07

Como Citar

MAIA, D. S.; SÁ, N. L. A. R. A festa na cidade no século XIX e início do século XX: lembranças e memórias da cidade da Parahyba–Brasil - DOI 10.5216/ag.v2i2.4725. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 2, n. 2, p. 18–39, 2008. DOI: 10.5216/ag.v2i2.4725. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/4725. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos