Concentração de riqueza no espaço e desigualdade social – O caso de Brasília - DOI 10.5216/ag.v6i2.19842

Autores

  • Luis Américo Cavalcante de Oliveira Junior Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v6i2.19842

Resumo

A desigualdade social é uma realidade cotidiana de grande disparidade no Brasil. Partindo do foco de que uma grande parcela da riqueza se concentra socialmente, o presente trabalho procura compreender a formação geográfica da concentração de riqueza no espaço, utilizando-se a escala urbana no estudo de caso da cidade de Brasília. Por meio de análises política e econômica, e da abordagem geográfica, examina-se possíveis causas e consequências; em que uma minoria proprietária de grande capital e os grupos profissionais burocráticos, apoiados juridicamente, formam espaços estratificados. A ação desses grupos, utilizando-se do mercado imobiliário, seleciona as áreas de maiores amenidades, gerando zonas que tendem a serem locais de perpetuação da condição vigente. Brasília, planejada para ser uma cidade modelo e democrática, tornou-se por final um reflexo da realidade social brasileira.

Palavras-chave: estratificação social; capitalismo; valor do terreno; Brasília.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-08-29

Como Citar

OLIVEIRA JUNIOR, L. A. C. de. Concentração de riqueza no espaço e desigualdade social – O caso de Brasília - DOI 10.5216/ag.v6i2.19842. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 6, n. 2, p. 148–175, 2012. DOI: 10.5216/ag.v6i2.19842. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/19842. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos