A globalização do agronegócio e a destruição do campesinato no século XXI - DOI 10.5216/ag.v5i2.15500

Autores

  • Sérgio Gonçalves UFU

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v5i2.15500

Resumo

Este artigo faz um resgate do processo de formação e desenvolvimento do Agronegócio, focando a questão da industrialização da agricultura e da emergência da Agrobiotecnologia. Para tanto, desvenda os mecanismos de concentração, centralização e controle do capital sobre a agricultura, suas características principais. Além disso, trata do debate sobre o desenvolvimento da agricultura capitalista: a destruição do campesinato processada em escala global. Ademais, insere nesta discussão os aspectos atinentes à expansão da produção e da produtividade agrícola e da persistência da fome no mundo. Elabora, a partir disso, uma crítica ao Agronegócio e propõe a Agroecologia com fundamento necessário para redesenhar o atual sistema agrícola e alimentar com maneira de potencializar uma agricultura ambiental e socialmente desenvolvida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-08-26

Como Citar

GONÇALVES, S. A globalização do agronegócio e a destruição do campesinato no século XXI - DOI 10.5216/ag.v5i2.15500. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 5, n. 2, p. 1–23, 2011. DOI: 10.5216/ag.v5i2.15500. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/15500. Acesso em: 30 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos