A VESTE E A RUPTURA DA IMAGEM MASSIFICADA NAS RUAS DA CIDADE

UMA ESTRATÉGIA DE FORTALECIMENTO DAS ARTES E DOS OFÍCIOS

Autores

  • Regilan Deusamar Barbosa Pereira Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO

DOI:

https://doi.org/10.5216/ac.v4i2.54732

Resumo

Diante da submissão inconsciente de um considerável contingente populacional aos mecanismos de dominação promovidos pela sociedade de consumo e globalizadora, questões relativas às condições éticas de criação e confecção do traje serão debatidas, as quais possam promover uma estratégia de ações que fortaleçam a atuação dos artífices e da cultura própria daqueles que trabalham e executam os projetos que erguem as cidades e cidadanias. Os estudos de Georges Didi-Huberman a respeito da imagem conferirão matéria introdutória à compreensão da atuação do cenógrafo Helio Eichbauer no campo da docência, a qual configurou um discurso que revelou a importância da realização artística como estratégia para que espaços de Educação, Arte e Cultura possam contribuir com um projeto de fortalecimento dos ofícios e de seus trabalhadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Regilan Deusamar Barbosa Pereira, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO

Sou figurinista e tenho um ateliê em São Gonçalo, Rio de Janeiro, que realiza criações e investigações com materiais têxteis e recicláveis e busca promover o ofício do corte e costura na referida localidade. Possuo mestrado e doutorado conferidos pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UNIRIO. Atualmente sou integrante do Laboratório Estudos do Espaço Teatral e Memória Urbana coordenado pela Professora Evelyn Furquim Werneck Lima, o qual é vinculado à referida universidade.

Downloads

Publicado

2018-12-31

Como Citar

BARBOSA PEREIRA, R. D. A VESTE E A RUPTURA DA IMAGEM MASSIFICADA NAS RUAS DA CIDADE: UMA ESTRATÉGIA DE FORTALECIMENTO DAS ARTES E DOS OFÍCIOS. Arte da Cena (Art on Stage), Goiânia, v. 4, n. 2, 2018. DOI: 10.5216/ac.v4i2.54732. Disponível em: https://revistas.ufg.br/artce/article/view/54732. Acesso em: 23 fev. 2024.