FORMAÇÃO E PRODUÇÃO NA DANÇA: ENTRECRUZAMENTOS DOS PRINCIPAIS “NÓS” DA ÁREA

Autores

  • Marila Vellozo Universidade Estadual do Paraná - UNESPAR - Campus Curitiba II - FAP. Cabral, Curitiba - PR, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.5216/ac.v2i2.43677

Palavras-chave:

dança, políticas culturais, produção, economia da dança.

Resumo

Baseando-se em documentos e histórico das políticas culturais na área da dança, especialmente as formuladas e executadas pela Fundação Nacional das Artes (Funarte), este texto traça um breve diagnóstico de demandas específicas que apontam para uma co-dependência entre os elos de formação e de produção. Visando registrar e analisar essas demandas para comprender caminhos possíveis de atendimento pela implementação de políticas culturais, articulou-se dados do passado com documentos atuais de indicadores que permitem um olhar ampliado do contexto da área. A articulação entre documentos e informações levantadas avança para a compreensão de que não basta reconhecer demandas caso não se observe aspectos de correlação entre diferentes fatores ou elos de sua cadeia produtiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marila Vellozo, Universidade Estadual do Paraná - UNESPAR - Campus Curitiba II - FAP. Cabral, Curitiba - PR, Brasil.

MARILA VELLOZO é Artista e professora no curso de Dança da Faculdade de Artes do Paraná - FAP, Campus II da Universidade Estadual do Paraná - UNESPAR, em Curitiba/PR. Doutora em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia - UFBA, Bacharel e Licenciada em Dança. Co-criadora do Fórum de Dança de Curitiba.

 

Referências

AZEVEDO, Paulo; LÓPEZ, Nayse. Propostas para uma política para a dança no Estado do Rio de Janeiro. 2012. Disponível em: <http://www.cultura.rj.gov.br/ secao2/doc/gps_danca__final_paulo_azevedo_e_nayse_lopez_1354734034.pdf>. Acesso em: 11 dez. 2015.

BICALHO, Vera. Instabilidade na vida artística ou a permanência da quasar Cia. de dança. In:VELLOZO, Marila; GUARATO, Rafael (Org.). Dança e política: estudos e práticas. Curitiba: Kairós Edições, 2015. p.157-175.

BRASIL. Lei n.o 8.313, de 23 de dezembro de 1991. Restabelece princípios da Lei n° 7.505, de 2 de julho de 1986, institui o Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac) e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8313cons.htm>.

BRASIL. Ministério da Cultura. Comissão Permanente de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados. Centro de Gestão e Estudos Estratégicos – CGEE. Caderno “Diretrizes Gerais para o Plano Nacional de Cultura”. Brasília: MINC, 2007a.

_____. Economia e política cultural: acesso, emprego e financiamento Brasília: IPEA, 2007b. v.3. (Coleção C).

_____. Reunião de Instalação do GTT Economia da Cultura. Brasília/DF: MINC, 03 ago. 2006.

_____. Projeto de Lei n.o 6.722/2010. Institui o Programa Nacional de Fomento e Incentivo à Cultura - Procultura.

CAMPOS, Marcos Teixeira. Entrevista concedida à autora no dia 10/02/2010, no Teatro Glauce Rocha, Rio de Janeiro.

FUNARTE - FUNDAÇÃO NACIONAL DE ARTES. Relatório de atividades 1976 a 1978. CEDOC: 3091. Rio de Janeiro: Funarte, 1979.

_____. Relatório de atividades 2002. Rio de Janeiro: Funarte, 2003. Disponível em: <http://200.143.203.68/novafunarte/funarte/relatorios/relatorios.php>. Acesso em: 19 jan. 2010.

_____. Coordenação de dança: 2007-2010.Rio de Janeiro: Funarte, 2010. Mimeografado.

FUNARTE/CEDOC - FUNDAÇÃO NACIONAL DE ARTES/CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO. Relatório de atividades 1995. Rio de Janeiro: Funarte, 1995. Mimeografado.não foi citado

_____. Relatório Instituto Nacional de Artes Cênicas (ex-Serviço Nacional de Teatro). Rio de Janeiro: CEDOC/FUNARTE, 1982. Mimeografado.

_____. Relatório de atividades 1995-1998. CEDOC: 306.40981. Rio de Janeiro: Funarte, 1999. Mimeografado.

GONÇALVES, Maria Fernanda. Panorama da dança profissional no Brasil. Jornal Gazeta do Povo, Edição de 14.02.2001. p.6.não foi citado

GUIMARÃES, Rodrigo Leventi. Constituição Federal, a harmonia dos três poderes e a composição do Supremo Tribunal Federal. Revista Jus Vigilantibus. Disponível em: <http://jusvi.com/artigos/2439>. Acesso em: 02 jun. 2010.

IBAC/CEDOC. Olhar contemporâneo da dança. Rio de Janeiro: CEDOC/FUNARTE, 1991a. Mimeografado.não foi citado

_____. Relatório final do Seminário sobre formação do artista e do professor de dança: RJ. Rio de Janeiro: CEDOC/FUNARTE, 1991b. Mimeografado

_____. Relatório do Olhar Contemporâneo da dança’93: síntese das mesas redondas sobre a produção de dança no Brasil. Rio de Janeiro: CEDOC/FUNARTE, 1993. 2.a versão. Mimeografado.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Perfil dos Estados e dos Municípios Brasileiros Cultura,2014. Rio de Janeiro, IBGE, 2015. Disponível em: <http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv95013.pdf>. Acesso em: 07 jan. 2016.

KATZ, Helena. Sair para poder ficar, a opção possível. Jornal da Tarde, São Paulo, 27 jul. 1977. Caderno de Variedades. Disponível em: <http://www.helenakatz.pro.br/ midia/ helenakatz91193840589.jpg>. Acesso em: 07 jun. 2010.

_____. Dança: Balanço 1996. Jornal O Estado de S. Paulo, São Paulo, 28 dez. 1996. Caderno 2, p.D3. Disponível em: <http://www.helenakatz.pro.br/midia/ helenakatz41154444444.jpg>. Acesso em: 07 jun. 2010.

_____. Dança: balanço 1997. Jornal O Estado de S. Paulo, São Paulo, 28 dez. 1997a. Caderno 2, p.D3. Disponível em: <http://www.helenakatz.pro.br/midia/ helenakatz61142432432.jpg>. Acesso em: 03 jun. 2010.não foi citado

_____. Piauí acerta o passo e dá exemplo ao país. Jornal O Estado de S. Paulo, São Paulo, 18 jun. 1997b. Caderno 2, p.D3-4. Disponível em: <http://www.helenakatz.pro.br/midia/helenakatz51259686633.jpg>. Acesso em: 10 jun 2010.

_____. Tudo pronto para o recenseamento dos coreógrafos. Jornal O Estado de S. Paulo, São Paulo, 02 maio 2000. Caderno 2.não foi citado

_____. Setor merece respeito fora do País. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 23 mar. 2003. não foi citado

MAGNO, Paschoal Carlos. “Abertura”. In: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ.Programa do I Encontro de Escolas de Dança do Brasil. Curitiba: UFPR, 1962.

MEC/INEP - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO/INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS. Instituições de Educação Superior e Cursos Cadastrados. Disponível em: <http://emec.mec.gov.br/>. Acesso em: 10 jul. 2010. não foi citado

MEIRELES, Flávia; SOTER, Silvia. Propostas para uma política para a dança no Estado do Rio de Janeiro. 2012. Disponível em: <http://www.cultura.rj.gov.br/ secao2/doc/gps_danca__final_flavia_meireles_e_silvia_soter_1354734086.pdf>. Acesso em: 11 dez. 2015.

MINC/FUNARTE. Cultura em números: anuário de estatísticas culturais. 2.ed. Brasília: MinC, 2010. Disponivel em: <http://www.marketingcultural.com.br/115/pdf/cultura-em-numeros-2010.pdf>. Acesso em: 15 dez. 2015. não foi citado

MINISTÉRIO DA CULTURA E VALE. Panorama da cultura. São Paulo, 2013-2014. Disponivel em: <http://panoramadacultura.com.br/>. Acesso em: 16 dez. 2015.

MOLINA, Alexandre; AQUINO, Rita. Um olhar sobre os formadores.In: GREINER, Christine; SANTO, Cristina Espírito; SOBRAL, Sonia (Orgs.). Cartografia Rumos Itaú Cultural dança: formação e criação. São Paulo: Itaú Cultural, 2014. p.84-89.

OLIVEIRA, Hugo. O desafio do passinho: uma forma de expressão corporal e sociocultural. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=ggDH2IvNEBk>. Acesso em: 13 dez. 2015. não foi citado

_____. Vemni mim que sou passinho. 2015. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=xDB4DVfKovY>. Acesso em: 23 dez. 2015.

OLIVEIRA, Hugo; CAMPOS, Inaira; CARVALHO, Thammy. Memorial sobre o documentário: “desafio do passinho: uma forma de expressão corporal e sociocultural”. Centro Universitário carioca. Curso de graduação em Comunicação social habilitação em Jornalismo, dez. 2012.

PROGRAMA PETROBRAS CULTURAL. Seleção Pública Petrobras Cultural Minas Gerais 2014.Disponível em: <http://ppc.petrobras.com.br/edicoes-anteriores/>. Acesso em: 22 out. 2015.

REUNIÃO de Instalação do GTT Economia da Cultura. Brasília/DF: MINC, 03 ago. 2006.

SEGNINI, Liliana Rolfsen Petrilli (elaboração). Programa Rumos Itaú Cultural Dança: formação profissional e trabalho nas narrativas de artistas selecionados. Edição 2009-2010. Videodança e Mostra de processos dança. Observatório Itaú Cultural Disponível em: <http://www.itaucultural.org.br/bcodemidias/001812.pdf>. Acesso em: 13 set. 2011.

_____. Formação profissional de artistas: além dos números, experiências vividas.Revista Eletrônica de Jornalismo Científico, 15 maio 2013. Disponível em: <http://www.comciencia.br/comciencia/handler.php? section=8&edicao=88&id=1085>. Acesso em: 10 jan. 2014.

VELLOZO, Marila Annibelli. Dança e política: organizações civis na construção de políticas públicas. 2011. Tese (Doutorado em Artes Cênicas) – Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2011.não foi citado

VELLOZO, Marila Annibelli; GUARATO, Rafael (Org.). Dança e política: estudos e práticas. Curitiba: Kairós Edições, 2015.não foi citado

Sites:

PETROBRAS na Cultura Brasileira: a maior patrocinadora de cultura do Brasil. Disponível em: <http://www.hotsitespetrobras.com.br/cultura/cultura-brasileira>. Acesso em: 22 out. 2015.

PLANOS MUNICIPAIS DE CULTURA (PMC). Disponível em: <http://www.planomunicipaldecultura.com.br/>. Acesso em: 05 jan. 2016.

PROGRAMA O BOTICÁRIO NA DANÇA. Disponível em: <http://www.oboticarionadanca.com.br/o-programa>. Acesso em: 13 dez. 2015.

PROJETO DE APOIO À ELABORAÇÃO DE PLANOS ESTADUAIS DE CULTURA. Disponível em: <http://planosdecultura.ufsc.br/>. Acesso em: 05 jan. 2016.

Downloads

Publicado

2016-10-11

Como Citar

VELLOZO, M. FORMAÇÃO E PRODUÇÃO NA DANÇA: ENTRECRUZAMENTOS DOS PRINCIPAIS “NÓS” DA ÁREA. Arte da Cena (Art on Stage), Goiânia, v. 2, n. 2, p. 050–067, 2016. DOI: 10.5216/ac.v2i2.43677. Disponível em: https://revistas.ufg.br/artce/article/view/43677. Acesso em: 22 maio. 2024.