Surdez, educação de surdos e bilinguismo: avanços e contradições na implantação da Lei nº 14.191/2021

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/rs.v7.72116

Palavras-chave:

bilinguismo, educação de surdos, comunidades surdas, libras, lei de diretrizes e bases da educação nacional

Resumo

Neste artigo, debatemos as contribuições de movimentos recentes em relação ao ensino de surdos e aumento da visibilidade das comunidades surdas no Brasil. Desde a década de 1970 e com a consolidação de nossa mais recente Constituição Federal, vem se intensificando as lutas das pessoas surdas pelo direito à educação e ao uso da Libras. A partir da publicação da Lei nº. 10. 436, em 2002, muitos debates vêm sendo promovidos em direção ao aumento do protagonismo das pessoas surdas em seus processos de ensino e aprendizagem. Em 2021, a educação bilíngue passa a figurar na LDB (BRASIL, 1996), como constituidora da identidade surda, propagando-se por toda a trajetória educacional (básica e superior) do indivíduo surdo. Para a realização deste artigo, pautamo-nos em uma abordagem de natureza qualitativa com a utilização da revisão bibliográfica e na análise documental. A análise documental centrou-se em documentos que norteiam a educação no país como os PCNs, a BNCC e a Lei nº. 14.191/2021. Por sua vez, nossa revisão bibliográfica visou encontrar trabalhos recentes que lancem olhares sobre essa inclusão da educação bilíngue na LDB. Nossos resultados apontam que as mudanças recentes, apesar de parecerem promissoras, ensejam ainda muitos debates com as comunidades surdas, formação continuada e de qualidade nos cursos de licenciatura do país, bem como, a redução social do estigma lançado sobre a surdez e a pessoa surda, entendidas sob o ponto de vista da ‘normalização’ ouvinte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Regina e Souza Campello, Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil. E-mail: acampello@ines.gov.br

Professora doutora do Instituto Nacional de Educação de Surdos, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Erliandro Felix Silva, Instituto Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. E-mail: leandro.felix1980@gmail.com

Mestrando na Universidade de Taubaté, Taubaté, SP, Brasil.

William Velozo Francioni, Instituto Federal de São Paulo (IFSP), Ilha Solteira, São Paulo, Brasil. E-mail: william.francioni@ifsp.edu.br

Mestrando na Universidade de Taubaté, Taubaté, SP, Brasil.

Referências

ALVES, I. M.; MENEZES JUNIOR, A. da S. Formação de Professores para Surdos no Contexto Sociopolítico Atual. Conjecturas, v. 22, n. 1, 2022. Disponível em: http://conjecturas.org/index.php/edicoes/article/view/551/435. Acesso em: 22 fev. 2022.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 13 mai. 2022.

BRASIL. Lei n. 8.160 de 8 de janeiro de 1991. Dispõe sobre a caracterização de símbolo que permita a identificação de pessoas portadoras de deficiência auditiva. 1991. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8160.htm. Acesso em: 13 mai. 2022.

BRASIL. Lei nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 22 fev. 2022.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: introdução os parâmetros curriculares nacionais. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF. 1997. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro01.pdf. Acesso em: 22 fev. 2022.

BRASIL. Decreto n. 3.298 de 20 de dezembro de 1999. Regulamenta a Lei no 7.853, de 24 de outubro de 1989, dispõe sobre a Política Nacional para a Integração da Pessoa Portadora de Deficiência, consolida as normas de proteção, e dá outras providências. 1999. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/d3298.htm. Acesso em: 13 mai. 2022.

BRASIL. Lei n. 10.098 de 19 de dezembro de 2000. Estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências. 2000. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l10098.htm. Acesso em: 13 mai. 2022.

BRASIL. Resolução CNE/CEB n. 2 de 11 de setembro de 2001. Institui Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. 2001. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CEB0201.pdf. Acesso em: 13 mai. 2022.

BRASIL. Lei nº 10. 436 de 24 de abril de 2002. Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/l10436.htm. Acesso em: 27 mar. 2021.

BRASIL. Portaria n. 3. 284 de 7 de novembro de 2003. Dispõe sobre requisitos de acessibilidade de pessoas portadoras de deficiências, para instruir os processos de autorização e de reconhecimento de cursos, e de credenciamento de instituições. 2003. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/port3284.pdf. Acesso em: 13 mai. 2022.

BRASIL. Ministério Público. O acesso de alunos com deficiência às escolas e classes comuns da rede regular. Brasília, setembro de 2004. Disponível em: http://www.cepde.rj.gov.br/cartilha_do_mp.doc. Acesso em 22 fev. 2022.

BRASIL. Decreto nº 5.626 de 22 de dezembro de 2005. Regulamenta a Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras, e o art. 18 da Lei nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2005/Decreto/D5626.htm#art1. Acesso em: 06 abr. 2021.

BRASIL. Lei nº 11.796 de 29 de outubro de 2008. 2008a. Institui o Dia Nacional dos Surdos. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11796.htm. Acesso em: 07 dez. 2021.

BRASIL. Decreto nº 6.571 de 17 de setembro de 2008. 2008b. Dispõe sobre o atendimento educacional especializado, regulamenta o parágrafo único do art. 60 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, e acrescenta dispositivo ao Decreto nº 6.253, de 13 de novembro de 2007. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/2008/decreto-6571-17-setembro-2008-580775-publicacaooriginal-103645-pe.html. Acesso em: 06 jul. 2022.

BRASIL. Lei nº 12.319, de 1º de setembro de 2010. Regulamenta a profissão de Tradutor e Intérprete da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. 2010. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12319.htm. Acesso em: 22 fev. 2022.

BRASIL. Decreto nº 7.611 de 17 de novembro de 2011. Dispõe sobre a educação especial, o atendimento educacional especializado e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/decreto/d7611.htm. Acesso em: 22 fev. 2022.

BRASIL. Lei n. 13.005 de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. 2014. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm. Acesso em: 13 mai. 2022.

BRASIL. Lei nº 13.055 de 2014. Institui o dia nacional da língua brasileira de sinais – Libras e dispõe sobre sua comemoração. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13055.htm. Acesso em: 07 dez. 2021.

BRASIL. Lei nº 13.146 de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm. Acesso em: 22 fev. 2022.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, dez. 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 19 fev. 2022.

BRASIL. Decreto nº 10.502 de 30 setembro de 2020. Institui a Política Nacional de Educação Especial: Equitativa, Inclusiva e com Aprendizado ao Longo da Vida. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/decreto-n-10.502-de-30-de-setembro-de-2020-280529948. Acesso em: 22 fev. 2022.

BRASIL. Lei nº 14.191 de 3 de agosto de 2021. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional), para dispor sobre a modalidade de educação bilíngue de surdos. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2019-2022/2021/Lei/L14191.htm#art1. Acesso em: 22 fev. 2022.

FERNANDES, S. Práticas de letramento em contextos de Educação Bilíngue para Surdos. Revista Fórum. Instituto Nacional de Educação de Surdos, n. 25/26, 2017. Disponível em: https://www.ines.gov.br/seer/index.php/forum-bilingue/article/view/289/310. Acesso em: 20 fev. 2022.

FREITAS, T. N. A Lei 14.191/2021 e o decreto 10.502/2020: projeções na educação de surdos. IV CINTED. REIN! Revista Educação Inclusiva. Edição especial, v. 6, n. 1, 2021. Disponível em: https://revista.uepb.edu.br/REIN/article/view/665/508. Acesso em: 22 fev. 2022.

GESSER, A. Do patológico ao cultural na surdez: para além de um e de outro ou para uma reflexão crítica dos paradigmas. Trabalhos em linguística aplicada, Campinas, v. 47, n. 1, p. 223-239, 2008. Disponível em: https://www.scielo.br/j/tla/a/xPmKcHgknZXts56qp6h6mLL/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 24 fev. 2022.

KRAEMER, G. M.; LOPES, L. B.; ZÍLIO, V. M. Formação docente e educação de surdos no Brasil: desafios para uma proposta educacional bilíngue. Revista Educação Especial, Santa Maria, v. 33, p. 1-17, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/40063/html. Acesso em: 22 fev. 2022.

LACERDA, C. B. F. A inserção da criança surda em classe de crianças ouvintes: focalizando a organização do trabalho pedagógico. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 23., 2000, Caxambú. Anais [...]. Caxambú: ANPED, 2000. p. 1-17. Disponível em: https://www.anped.org.br. Acesso em: 22 fev. 2022.

QUADROS, R. M. de. Políticas Linguísticas e educação de surdos em Santa Catarina: espaço de negociações. Cad. Cedes, Campinas, v. 26, n. 69, p. 141-161, 2006. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ccedes/a/T55NhKLDWBBWnZvNCTJ5Qqk/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 22 fev. 2022.

SANSÃO, W. V. de S.; CRUZ-SANTOS, A. A visualidade na educação de surdos: uma revisão sistemática da literatura. Revista Educação, v. 16, n. 1, 2021. Disponível em: http://revistas.ung.br/index.php/educacao/article/view/4328/3260. Acesso em: 19 fev. 2022.

SANTOS, A. D. W. dos; BORDAS, M. A. G. Adaptações curriculares no âmbito da surdez: o que é previsto pela política inclusiva? In: SEMANA DE MOBILIZAÇÃO CIENTÍFICA, 12., 2014, Salvador. Anais [...]. Salvador: Universidade Católica do Salvador, 2014. p. 1-11. Disponível em: http://ri.ucsal.br:8080/jspui/bitstream/prefix/4043/1/Adapta%C3%A7%C3%B5es%20curriculares%20no%20%C3%A2mbito%20da%20surdez.pdf. Acesso em: 22 fev. 2022.

SANTOS JÚNIOR, E. dos.; MALDANER, J. J.; CAVALCANTE, R. P. A formação omnilateral através do ensino de Libras na Educação Básica: um olhar para além da BNCC. Revista Humanidades e Inovação, v. 8, n. 37, 2021. Disponível em: https://revista.unitins.br/index.php/humanidadeseinovacao/article/view/3145. Acesso em: 19 fev. 2022.

SOUZA, R. M.; CARDOSO, S. H. B. Inclusão escolar e linguagem revisitando os PCNs. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 12, n. 2-3 (35-36), p. 32–46, 2001. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8643994. Acesso em: 13 jul. 2022.

STROBEL, K. L. Surdos: vestígios culturais não registrados na História. 2008. 176 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2008. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/91978. Acesso em: 24 fev. 2022.

Downloads

Publicado

2022-07-18

Como Citar

GOMIDES, P. A. D.; CAMPELLO, A. R. e S. .; SILVA, E. F. .; FRANCIONI, W. V. Surdez, educação de surdos e bilinguismo: avanços e contradições na implantação da Lei nº 14.191/2021. Revista Sinalizar, Goiânia, v. 7, 2022. DOI: 10.5216/rs.v7.72116. Disponível em: https://revistas.ufg.br/revsinal/article/view/72116. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos