PAIS OUVINTES, FILHO SURDO: CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS NA AQUISIÇÃO DA LÍNGUA DE SINAIS COMO PRIMEIRA LÍNGUA

Autores

  • Layane Rodrigues de Lima Santos Professora da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Goiás e doutoranda em Linguística pela Universidade de Brasília.
  • Denise Moura Carvalho Licenciada em Letras: Libras pela Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/rs.v1i2.41493

Resumo

Esta pesquisa analisa o processo de aquisição de linguagem de uma criança surda filha de pais ouvintes. O referencial teórico parte das discussões sobre teorias de aquisição da linguagem por surdos. A metodologia empregada é qualitativa, por meio de um estudo de caso que investiga fatores linguísticos e sociais no processo de aquisição de linguagem de uma criança surda. Foram feitas observações sobre a comunicação entre a criança surda e sua mãe ouvinte e foi coletado um questionário com o objetivo de saber a opinião da mãe a respeito de questões de aquisição de língua por sua filha surda. Os resultados indicam que a criança surda se comunica com a mãe mais por meio de gestos, gestos caseiros e língua oral do que por meio da Língua Brasileira de Sinais (Libras). Porém, quando há necessidade veemente de que mãe e filha se entendam, é feito o uso de gestos ou da Libras. Em consonância com os autores visitados, percebeu-se a necessidade do uso da língua de sinais como primeira língua dessa criança surda para uma efetiva e eficaz comunicação com a sua mãe. Dessa forma, este trabalho contribui para que a comunidade em geral e os pais ouvintes de crianças surdas conheçam o processo de aquisição de língua de seus filhos e busquem, a partir de estudos realizados aqui, a maneira mais saudável de estimular seus filhos a se comunicarem e se desenvolverem linguisticamente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Layane Rodrigues de Lima Santos, Professora da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Goiás e doutoranda em Linguística pela Universidade de Brasília.

Mestre em Linguística pela Universidade de Brasília. Professora de Línguística e de Língua Portuguesa do Departamento de Libras e Tradução da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Goiás e Doutoranda em Liguística pela Universidade de Brasília.

Denise Moura Carvalho, Licenciada em Letras: Libras pela Universidade Federal de Goiás

Licenciada em Letras: Libras pela Universidade Federal de Goiás – UFG. Intérprete de Libras pela Câmara Municipal de Goiânia e Professora Intérprete de Libras na Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer – SEDUCE.

Referências

DALCIN, Gladis. Psicologia da Educação dos Surdos. Apostila usada na Universidade Federal de Santa Catarina. Licenciatura Letras: Libras. 2009. Unidade II.

DUBOIS, Jean et al. Dicionário de Linguística. [direção e coordenação geral da tradução Izidoro Blikstein]. São Paulo: Cultrix, 2006.

GUARINELO, Ana Cristina et al. Reflexões sobre as interações linguísticas entre familiares ouvintes - filhos surdos. In: Tuiuti: Ciência e Cultura, n. 46, Curitiba, 2013.

KAIL, Michèle. Aquisição de linguagem. Tradução Marcos Marcionilo. 1. ed. São Paulo: Parábola, 2013.

KARNOPP, Lodenir Becker. Aquisição do parâmetro configuração de mão dos sinais da língua brasileira de sinais: estudo sobre quatro crianças surdas filhas de pais surdos. Dissertação de Mestrado, Instituto de Letras e Artes. PUCRS. Porto Alegre, 1994.

CHOMSKY, Noam. Syntactic Structures. The Hague: Mouton, 1957.

QUADROS, Ronice Müller. As categorias vazias pronominais: uma análise alternativa com base na LIBRAS e reflexos no processo de aquisição. Dissertação de Mestrado. PUCRS. Porto Alegre, 1995.

QUADROS, Ronice Müller. Educação de Surdos: a aquisição da linguagem. Porto Alegre: Artmed, 1997.

QUADROS, Ronice Müller; CRUZ, Carina Rabello. Língua de sinais: instrumentos de avaliação. Porto Alegre: Artmed, 2011.

RODRIGUERO, Celma Regina Borghi. A Família e o filho surdo: uma investigação acerca do desenvolvimento psicológico da criança segundo a abordagem histórico-cultural. 1. ed. – Curitiba, PR: CRV, 2013.

Downloads

Publicado

2016-12-18

Como Citar

SANTOS, L. R. de L.; CARVALHO, D. M. PAIS OUVINTES, FILHO SURDO: CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS NA AQUISIÇÃO DA LÍNGUA DE SINAIS COMO PRIMEIRA LÍNGUA. Revista Sinalizar, Goiânia, v. 1, n. 2, p. 190–203, 2016. DOI: 10.5216/rs.v1i2.41493. Disponível em: https://revistas.ufg.br/revsinal/article/view/41493. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos