A identificação e documentação das escolas padrão Art Déco no Rio Grande do Sul

Autores

  • Lisiê Kremer Cabral Universidade Federal de Pelotas - PROGRAU
  • Ana Lúcia Costa de Oliveira PROGRAU - UFPEL
  • José Henrique Carlucio Cordeiro

Palavras-chave:

Arquitetura Art Déco. Escolas padrão. Patrimônio escolar. Preservação.

Resumo

As atividades escolares no Brasil, em seu princípio, eram exercidas em residências particulares ou instituições religiosas e, portanto, usufruíam de pouca infraestrutura. Com o decorrer dos anos e a valorização da educação pelo Estado, especialmente entre o final do século XIX até a década de 1920, começaram a ser construídos edifícios específicos para esta função. A partir de 1920, houve uma reestruturação do sistema escolar, buscando ampliar o acesso à educação. A partir dessas novas diretrizes, foram propostas melhorias nos programas e no ambiente escolar. O racionalismo das construções permitiu agilidade e economia nas obras, fazendo com que fossem propostas novas concepções para as escolas. Nesse interim o governo do Rio Grande do Sul criou um projeto padrão, a ser disseminado em diferentes localidades, com adaptações de acordo com o número de usuários.  Com o objetivo de apresentar as instituições escolares Art Déco de projeto padrão no Rio Grande do Sul, este artigo contextualiza o cenário político-social em que essas construções foram idealizadas, junto à compilação de dados encontrados através de levantamentos e buscas em arquivo históricos, analisando de maneira mais aprofundada o material de duas escolas estaduais pertencentes a esse programa - Escola Cruzeiro do Sul, em São Lourenço do Sul/RS; Instituto Estadual de Educação Assis Brasil, em Pelotas/RS.

Referências

AMARAL, L. do Giana; AMARAL, L. do Gladys. Instituto de Educação Assis Brasil: entre a memória e a história 1929-2006. Pelotas: Seiva, 2007. 183 p.

BENCOSTTA, Marcus L. A. Arquitetura e Espaço Escolar: o exemplo dos primeiros grupos escolares de Curitiba (1903-1928). In: BENCOSTTA, Marcus L. A. (org.) História da Educação, Arquitetura e Espaço Escolar. 1ª ed. São Paulo: Cortez Editora, 2005, p. 95-140.

BUFFA, Ester; PINTO, Gelson P. Arquitetura e Educação: organização do espaço e propostas pedagógicas dos grupos escolares paulistas 1893-1971. São Paulo: Universidade Federal de São Carlos, 2002. 174 p.

CABRAL, K. Lisiê. Arquitetura Art Déco nas escolas do Rio Grande do Sul no período do Estado Novo (1930-1950). 2020. 207 f. Dissertação (Mestrado em arquitetura) - Universidade Federal de Pelotas, PROGRAU, Pelotas, 2020. No Prelo.

CABRAL, K. Lisiê. CORDEIRO, C. José Henrique; OLIVEIRA, C. de Ana Lúcia. Arquitetura escolar e memória social: A Escola Cruzeiro do Sul, São Lourenço do Sul (RS). 11º Mestres e Conselheiros. Belo Horizonte, 2019. 10 p. Disponível em: https://even3.blob.core.windows.net/processos/fee2ee215cf046c6a536.pdf.

CABRAL, K. Lisiê; OLIVEIRA, C. de Ana Lúcia. O patrimônio escolar protomoderno – Instituto Estadual de Educação Assis Brasil – 1942, na cidade de Pelotas/RS. II Simpósio Científico do ICOMOS Brasil. Belo Horizonte, 2018. 13 p. Disponível em:

https://drive.google.com/drive/folders/18lKaMkYyzkB43jNVyFsBmcQYXN2g4a6e.

CORREIA, Telma B. O Art Déco na Arquitetura Brasileira. Revista UFG, Dossiê Art Déco, Ano XII n°8, Goiás, 2010. 5 p. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/48295/23636. Acesso em: Maio, 2018.

DÓREA. Célia R. D. Anísio Teixeira e a Arquitetura Escolar: Planejando escolas, construindo sonhos. Revista da FAEEBA. nº 13. Ibicit - Biblioteca Virtual Anísio Teixeira. Salvador, 2000. p.151-160. Disponível em: http://www.bvanisioteixeira.ufba.br/artigos/dorea.html. Acesso: jun. 2020.

DROSE, Cleia. Escola cruzeiro do Sul: 90 anos de história. São Lourenço do Sul: Pragmatha, 2016.

ERMEL, Tatiane F. Arquitetura escolar e patrimônio histórico-educativo: os edifícios para a escola primária pública no Rio Grande do Sul (1907-1928). 2017. 343 f. Tese (Doutorado em Educação). PUCRS, Porto Alegre, 2017. Disponível em: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/7337#preview-link0. Acesso em: Maio, 2018.

ESCOLANO, Austín; FRAGO, Antonio. Arquitetura como programa: espaço – escola e currículo. Rio de Janeiro: DP&A. 2. Ed. 2001. 36 p.

FARIA FILHO, Luciano Mendes de. O espaço escolar como objeto da história da educação: algumas reflexões. Rev. Fac. Educ., São Paulo, v. 24, n. 1, p. 141-159, Jan, 1998. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-25551998000100010&lng=en&nrm=iso. Acesso em: Maio de 2020. https://doi.org/10.1590/S0102-25551998000100010.

HAMMES, L. Edilberto. São Lourenço do Sul, Radiografia de um Município, das origens ao ano 2000. São Leopoldo: Studio Zeus, volume 2, 2010.

IEEAB. Documento redigido pela diretora Yeda da Silva Porto. Biblioteca do IEEAB Pelotas: 1980.

IEEAB. Informe IEAB. Ano II, n.3. Biblioteca do IEEAB. Pelotas: 1979.

IEEAB. Histório resumido do Instituto Estadual de Educação Assis Brasil 75º aniversário. 4 páginas. Biblioteca do IEEAB. Pelotas: 2004.

KOWALTOWSKI, Doris C.C.K. Arquitetura Escolar: o projeto do ambiente de ensino. São Paulo: Oficina de textos. 1ª reimpressão, 2013. 272 p.

LUCHESE. Ticiane A.; KREUTZ, Lúcio. Das escolas de improviso as escolas planejadas: um olhar sobre os espaços escolares da região colonial italiana, Rio Grande do Sul. Revista brasileira de educação. vol.12, nº 2 (29). São Paulo, 2012. p. 45-76. Disponível em: http://eduem.uem.br/ojs/index.php/rbhe/article/viewFile/38787/20316. Acesso em: Maio, 2018.

MONTAGNER, Beatriz C. Arquitetura Moderna em Pelotas, 1950- 1980. 2015. 334 f. Dissertação (Mestrado em arquitetura) - Universidade Federal de Pelotas, PROGRAU, Pelotas, 2015. Disponível em: http://prograu.ufpel.edu.br/uploads/biblioteca. Acesso em: Março, 2017.

NASCIMENTO, Mario Fernando P. Arquitetura para a educação: a contribuição do espaço para a formação do estudante. 2012. 154 f. Dissertação (Mestrado em arquitetura) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16133/tde-19062012-122428/pt-br.php Acesso em: Abril, 2018.

OLIVEIRA, Marcel S. G. Arquitetura em São Paulo na Era Vargas. O art déco e a arquitetura fascista nos edifícios públicos (1930-45). 2008. 139 f. Dissertação (Mestrado em arquitetura) - Universidade de São Paulo, 2008. Disponível em: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16133/tde-16032010-093020/publico/Arquitetura_em_Sao_Paulo_na_Era_Vargas.pdf. Acesso em: Maio, 2019.

OLIVEIRA, Fabiana V. Arquitetura escolar paulista nos anos 30. 2007. 140 f. Dissertação (Mestrado em arquitetura) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16133/tde-20052010-152808/pt-br.php. Acesso em: Abril, 2018.

PESAVENTO, J. Sandra. História & história cultural. Belo Horizonte: Editora Autêntica LTDA, 3. ed, 2012. 132 p.

RIO DE JANEIRO. Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro. Art Deco no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 3. ed. (coleção guias da arquitetura no Rio de Janeiro), 2001, 162 p.

SCHERER, Regina M. D. Sistema municipal de ensino de Porto Alegre: da sua constituição às contribuições para as políticas públicas de educação no município. 2015. 175 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/128902. Acesso em: Maio, 2018.

SEGAWA, Hugo. Arquiteturas no Brasil 1900-1990. São Paulo: Editora da universidade de SP, acadêmica 21, 1997. 224 p.

SOUZA, J. P. C. Livro Denúncia. Porto Alegre: Editora Thurmann, Conferência realizada na Associação Brasileira de Educação, no Rio de Janeiro, em novembro de 1941, 2. ed. 1941. 118 p.

VIANA, Alice O. A persistência dos rastros: manifestações do art déco na arquitetura de Florianópolis. Santa Catarina: UDESC, 2011. 323 p.

WERLE, Bibiana. A campanha de nacionalização e sua memória no alto do Taquari (RS). 2014. 178 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, IFCH, Porto Alegre, 2014. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/88346. Acesso em: Maio, 2018.

Downloads

Publicado

18-11-2020

Como Citar

Cabral, L. K., Costa de Oliveira, A. L., & Carlucio Cordeiro, J. H. (2020). A identificação e documentação das escolas padrão Art Déco no Rio Grande do Sul. Revista Jatobá, 2. Recuperado de https://revistas.ufg.br/revjat/article/view/65651

Edição

Seção

Dossiê