PRINCIPAIS INFLUÊNCIAS NA ONTOLOGIA PLATÔNICA DOS DIÁLOGOS INTERMEDIÁRIOS

Autores

  • José Lourenço Pereira da Silva Universidade Federal da Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.5216/phi.v15i1.8806

Palavras-chave:

Ontologia platônica, Sócrates, sofística, filosofia pré-socrática.

Resumo

A ontologia platônica, como conhecida a partir do Fédon e da República, está centrada na hipótese das Formas inteligíveis, ou seja, a crença defendida pelo Sócrates platônico na existência de entidades ontologicamente independentes, “o belo em si”, “o bem em si”, “o igual em si”, etc., das quais as coisas empíricas participam recebendo por isso as propriedades que exibem. Notoriamente, as principais influências filosóficas dessa doutrina são a filosofia pré-socrática, a sofística e o pensamento de Sócrates. O objetivo deste artigo é mostrar que ideias ou questões filosóficas levaram Platão a postular as Formas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Lourenço Pereira da Silva, Universidade Federal da Santa Maria

Departamento de Filosofia

Área: História da Filosofia Antiga

Downloads

Publicado

22-04-2010

Como Citar

PEREIRA DA SILVA, J. L. PRINCIPAIS INFLUÊNCIAS NA ONTOLOGIA PLATÔNICA DOS DIÁLOGOS INTERMEDIÁRIOS. Philósophos - Revista de Filosofia, Goiânia, v. 15, n. 1, p. 119–145, 2010. DOI: 10.5216/phi.v15i1.8806. Disponível em: https://revistas.ufg.br/philosophos/article/view/8806. Acesso em: 24 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais