Tecnologia e valores

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/phi.v29i1.78415

Palavras-chave:

Tecnologia, Ciência, Valores, Sabedoria Prática.

Resumo

Este artigo defende a necessidade da sabedoria prática (phronesis) para lidar com os   desafios e limites éticos decorrentes dos avanços tecnológicos atualmente. Trata-se de um tipo de racionalidade que se ocupa em deliberar bem sobre os fins das ações humanas e julgar se eles são bons ou maus e, mediante isso, fazer opções por valores. Assim, a racionalidade prática diz respeito ao agir humano em sentido pleno, que tem a ver com a esfera do dever-ser, dos valores, do sentido da vida e das grandes escolhas existenciais humanas. Para isso, o artigo aborda algumas questões relevantes para o debate em filosofia da tecnologia, a saber: a ideia de que a tecnologia não é redutível à ciência aplicada, mas se constitui como um conhecimento específico; a distinção do conceito de técnica e tecnologia; a dimensão política da tecnologia; e por fim, a necessidade de pensar uma racionalidade ética que oriente o agir humano no mundo contemporâneo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Geraldo das Dôres de Armendane, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI), Teresina, Piauí, Brasil, g5armendane70@yahoo.com

Geraldo das Dôres de Armendane

Doutor em Filosofia pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. Atualmente é professor de filosofia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí - IFPI.

Downloads

Publicado

30-06-2024

Como Citar

ARMENDANE, G. das D. de. Tecnologia e valores. Philósophos - Revista de Filosofia, Goiânia, v. 29, n. 1, 2024. DOI: 10.5216/phi.v29i1.78415. Disponível em: https://revistas.ufg.br/philosophos/article/view/78415. Acesso em: 13 jul. 2024.