Notas sobre a naturalização da ação demoníaca na Idade Média

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/phi.v27i1.71229

Palavras-chave:

Demônio,cosmologia, anjo caído, malefício.

Resumo

A crença nos demônios está presente no imaginário do ocidente desde a antiguidade, embora nem sempre tenham recebido os mesmos nomes ou a mesma caracterização, algo que é facilmente perceptível a partir do senso-comum, da literatura, e da filosofia. Esta última, servindo muitas vezes como agente transformador, para situá-los no âmbito das fantasias produzidas pela ignorância, ou mesmo para transmutá-los em função de uma nova ontologia. Neste caso, trata-se de considerar como o final da Idade Média tenha se valido de elementos conceituais oriundos da constituição progressiva do que se pode chamar de uma "ciência sobre os demônios", ou ainda, na solidificação de uma cosmologia focada na presença do mal no mundo dos homens, centralizada nas relações que os seres humanos estabelecem com tais entes sobrenaturais. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

04-12-2022

Como Citar

KLIK DE LIMA, A. Notas sobre a naturalização da ação demoníaca na Idade Média. Philósophos - Revista de Filosofia, Goiânia, v. 27, n. 1, 2022. DOI: 10.5216/phi.v27i1.71229. Disponível em: https://revistas.ufg.br/philosophos/article/view/71229. Acesso em: 19 maio. 2024.