A dinâmica de instituição de dimensões de experiência perceptiva em Merleau-Ponty

Autores

  • Danilo Saretta Verissimo Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Assis, São Paulo, Brasil, danilo.verissimo@gmail.com

DOI:

https://doi.org/10.5216/phi.v26i2.67404

Resumo

Elaboramos, a partir da obra de Merleau-Ponty, uma discussão que, baseada na expressividade do esquema corporal e em seu poder de constituir hábitos sensório-motores, problematiza a potência de transformação da percepção. Orientamo-nos pelo propósito de investigar o delineamento de um ethos dos sentidos fundado na transformação dos esquemas perceptivos. Ao longo do texto, analisamos as dimensões práxicas e intencionais atreladas ao esquema corporal; abordamos o desenvolvimento constante do esquema corporal mediante a aquisição de hábitos sensório-motores; sugerimos o conceito de nível, adotado por Merleau-Ponty a partir da tradição gestaltista, como ferramenta para a compreensão do processo corpóreo de constituição de novos limiares de percepção e de ação no mundo; e, ao final, apresentamos apontamentos para a exploração dos desdobramentos críticos e sociais das investigações merleau-pontianas da percepção calcadas na plasticidade expressiva do esquema corporal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-04-25

Como Citar

SARETTA VERISSIMO, D. A dinâmica de instituição de dimensões de experiência perceptiva em Merleau-Ponty . Philósophos - Revista de Filosofia, Goiânia, v. 26, n. 2, 2022. DOI: 10.5216/phi.v26i2.67404. Disponível em: https://revistas.ufg.br/philosophos/article/view/67404. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Dossiê de Artigos Originais