O QUE É FILOSOFIA DA PSICANÁLISE?

Autores

  • Luiz Roberto Monzani UNICAMP

DOI:

https://doi.org/10.5216/phi.v13i2.5735

Palavras-chave:

Filosofia, Psicanálise, Filosofia da ciência

Resumo

A questão que se põe é: o que se entende pela expressão Filosofia da Psicanálise? Pode-se, em primeiro lugar, ficar espantado com essa pergunta, porque, ao menos, genericamente, essa expressão deve possuir um significado muito aparentado às expressões tais como: filosofia das matemáticas, filosofia da física, filosofia da biologia etc, a respeito do que não faltam exemplos de trabalhos sérios e bem sucedidos. Pensando as coisas assim, a filosofia da psicanálise, assim como a filosofia das matemáticas etc., nada mais seria que um ramo, uma espécie dessa disciplina mais geral que denominamos filosofia da ciência, que consiste, em linhas gerais, em se tentar saber qual é o modo próprio e específico que cada disciplina tem de estabelecer suas teses. Qual, por exemplo, o papel da observação, da experiência, do raciocínio etc. Como essa disciplina encadeia suas proposições, como ela procura fundamentá-las. O que tal ou tal disciplina entende por verdade, por proposição verdadeira. Enfim, o filósofo endereça às diferentes ciências questões do tipo: qual o seu regime de provas e validação? Qual o papel da experimentação e das hipóteses? Há uma adequação entre as proposições que ela coloca e aquilo através do qual procura estabelecê-las? Esses são exemplos de questões colocadas por isso que entendemos correntemente por filosofia das ciências. É o que examinaremos nesse artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

21-12-2009

Como Citar

Monzani, L. R. (2009). O QUE É FILOSOFIA DA PSICANÁLISE?. Philósophos - Revista De Filosofia, 13(2), 11–19. https://doi.org/10.5216/phi.v13i2.5735

Edição

Seção

Dossiê de Artigos Originais