Agonismo e a figura do inimigo: Em torno de "O conceito do Político" de Carl Schmitt"

Autores

  • Cássio Corrêa Benjamin Universidade Federal de São João Del-Rei (UFSJ), São João Del-Rei,MG, Brasil, ccbenj@ufsj.edu.br.

DOI:

https://doi.org/10.5216/phi.v26i1.51969

Palavras-chave:

política, conflito, inimigo

Resumo

Pensar a política como um espaço agonístico implica compreendê-la abrangendo todo o âmbito do conflito. A figura do inimigo é parte deste âmbito, mas o conflito não pode ser reduzido a tal figura. Em O Conceito do Político, Carl Schmitt estabelece um campo próprio da política que acaba por ter na figura do inimigo um ponto central. Partindo desse escrito, analisaremos a constituição de um campo próprio da política, pensada de modo agonístico,a partir da descrição da totalidade do espaço do conflito.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cássio Corrêa Benjamin, Universidade Federal de São João Del-Rei (UFSJ), São João Del-Rei,MG, Brasil, ccbenj@ufsj.edu.br.

Graduação em Filosofia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1993). Mestrado em Filosofia Social e Política pela Universidade Federal de Minas Gerais (1997). Doutorado em Ciência Política pela Universidade Federal de Minas Gerais (2010). Professor da Universidade Federal de São João del-Rei (2011) do Departamento de Filosofia e Métodos (DFIME). Tem como objetos de pesquisa a relação entre política e direito e o tema da representação política.

Downloads

Publicado

2021-11-19

Como Citar

BENJAMIN, C. C. Agonismo e a figura do inimigo: Em torno de "O conceito do Político" de Carl Schmitt". Philósophos - Revista de Filosofia, Goiânia, v. 26, n. 1, 2021. DOI: 10.5216/phi.v26i1.51969. Disponível em: https://revistas.ufg.br/philosophos/article/view/51969. Acesso em: 2 jul. 2022.