ASPECTOS METAFÍSICOS DO IDEALISMO EM HUSSERL

Autores

  • Martina Korelc UFG

DOI:

https://doi.org/10.5216/phi.v21i1.42715

Palavras-chave:

Idealismo, Metafísica, Ser, Pensamento.

Resumo

No presente texto argumento que, na medida em que implica uma compreensão do ser, há um aspecto metafísico no idealismo de Husserl; apresento como Husserl pensa a relação entre o ser e o pensamento, e o sentido do ser que resulta disso, tanto para a consciência que é considerada a esfera origináriado ser, como para o ser dos entes mundanos, cujo sentido é constituído pela vida da consciência. É apenas o idealismo transcendental que, para Husserl, elucida o sentido originário do ser, tanto em função das exigências epistemológicas, como também em função das exigências práticas. No fim apresento o sentido do ser como ato de ser, proveniente da tradição metafísica aristotélico-tomista, como uma possibilidade de pensar para além do idealismo de Husserl.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Martina Korelc, UFG

Ufg, Faculdade de Filosofia, área: Fenomenologia, Metafísica e ontologia

Downloads

Publicado

2016-08-28

Como Citar

KORELC, M. ASPECTOS METAFÍSICOS DO IDEALISMO EM HUSSERL. Philósophos - Revista de Filosofia, Goiânia, v. 21, n. 1, p. 111–137, 2016. DOI: 10.5216/phi.v21i1.42715. Disponível em: https://revistas.ufg.br/philosophos/article/view/42715. Acesso em: 28 maio. 2022.

Edição

Seção

Dossiê de Artigos Originais