OBJETO TR(A)NSICIONAL: UMA RELEITURA LACANIANA

Autores

  • Suely Aires UFRB

DOI:

https://doi.org/10.5216/phi.v13i2.4005

Palavras-chave:

objeto, Lacan, Winnicott, filosofia, psicanálise

Resumo

O presente artigo pretende acompanhar o percurso de construção da noção de objeto a em relação à démarche lacaniana, bem como situar os elementos de aproximação com o objeto transicional winnicottiano. Para tanto, parte da definição de objeto tal como proposta por Freud - (1) como correlativo da pulsão; (2) como correlativo do amor e (3) em relação ao sujeito - e indica a opção lacaniana em enfatizar a dimensão da linguagem, em uma releitura que incide sobre a teoria e técnica freudianas como um todo. Nesse contexto, Winnicott surge como um autor que, ao propor a noção de objeto transicional, permite a Lacan apresentar a distinção entre os registros imaginário, simbólico e real em relação aos conceitos de desejo, demanda e necessidade, ao mesmo tempo em que possibilita a construção de um conceito próprio de objeto. Cabe considerar que, em suas formulações, Lacan faz duras críticas aos pós-freudianos por produzirem um desvio da técnica e da doutrina de Freud ao desconsiderar a fala do sujeito, favorecendo uma prática de interpretação das resistências. Winnicott é, então, saudado como um autor diferenciado, um psicanalista pós-freudiano que não se afasta dos preceitos freudianos, e que toma a clínica como seu principal suporte. As relações teóricas entre Lacan e Winnicott, de aproximação e afastamento, nos permitem, no corpo deste artigo, problematizar a vinculação entre as noções de objeto a e objeto transicional. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Suely Aires, UFRB

Possui graduação em Psicologia - Universidade Federal da Bahia (1990), formação em psicanálise - Associação Freudiana da Bahia (1993) e mestrado em Filosofia - Universidade Estadual de Campinas (2003). Atualmente faz doutorado em Filosofia da Psicanálise na Unicamp, é membro do Colégio de Psicanálise da Bahia e professora assistente DE na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Atua nos grupos de Pesquisa 'SEMASOMa' e 'Psicanálise, Subjetividade e Cultura'. É membro fundador do Centro de Pesquisa Outrarte. Tem experiência na área de Psicologia, Filosofia e Saúde, com ênfase em Psicanálise, atuando principalmente nos seguintes temas: sujeito, linguagem, inconsciente, psicose, arte, discurso e laço social.

Downloads

Publicado

21-12-2009

Como Citar

AIRES, S. OBJETO TR(A)NSICIONAL: UMA RELEITURA LACANIANA. Philósophos - Revista de Filosofia, Goiânia, v. 13, n. 2, p. 99–116, 2009. DOI: 10.5216/phi.v13i2.4005. Disponível em: https://revistas.ufg.br/philosophos/article/view/4005. Acesso em: 24 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais