NEM <em>PHYSIS</em>, NEM <em>PSYCHÉ</em>: O PAPEL DA ESTRUTURA NO REORDENAMENTO EPISTÊMICO DA PSICANÁLISE

Autores

  • Gilson Iannini UFOP

DOI:

https://doi.org/10.5216/phi.v13i2.4004

Palavras-chave:

Lacan, estrutura, psicanálise, história das ciências, Koyré.

Resumo

O principal objetivo deste trabalho é discutir o sentido do recurso de Lacan ao paradigma estrutural. A presente investigação enfatiza a função desse recurso no que tange as relações entre psicanálise e história das ciências. Freud, ao buscar estabelecer a identidade epistemológica da psicanálise precisou escolher entre Naturwissenschaften e Geisteswissenschaften. Sua opção pelo modelo das ciências naturais implica certo desconforto epistemológico entre modelo e objeto. O recurso lacaniano à estrutura é uma estratégia de criar um novo espaço para a psicanálise no âmbito das ciências. A influência dos trabalhos de Koyré é determinante. Apenas uma ciência estruturalista poderia formular uma concepção não-psicologicista e não naturalista de sujeito. Isso se mostra particularmente no que concerne à categoria de causa.    

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gilson Iannini, UFOP

Gilson Iannini é Professor-adjunto do Departamento de Filosofia da Universidade Federal de Ouro Preto. Possui os seguintes títulos: doutor em filosofia (USP); mestre em filosofia (UFMG); DEA du Champ Freudien (Université Paris VIII). Dirige a revista ARTEFILOSOFIA, editada pela UFOP.

Downloads

Publicado

21-12-2009

Como Citar

IANNINI, G. NEM <em>PHYSIS</em>, NEM <em>PSYCHÉ</em>: O PAPEL DA ESTRUTURA NO REORDENAMENTO EPISTÊMICO DA PSICANÁLISE. Philósophos - Revista de Filosofia, Goiânia, v. 13, n. 2, p. 43–60, 2009. DOI: 10.5216/phi.v13i2.4004. Disponível em: https://revistas.ufg.br/philosophos/article/view/4004. Acesso em: 27 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais