COMO DEVEMOS ENTENDER A MORAL?

Autores

  • Ernst Tugendhat Frei Universität Berlin

DOI:

https://doi.org/10.5216/phi.v6i1/2.3129

Resumo

O texto trata de três dificuldades relativas à moral, a saber: como, entre diferentes significações para a palavra “moral”, podemos entender que com ela se queira referir a uma só coisa; como entender que possamos falar de uma moral se sobre ela se podem ter tão diferentes concepções; e, finalmente, em que bases podemos perguntar como devemos ou queremos entender o que é a moral, se ela nos parece algo já dado. As respostas a essas questões estão baseadas na explicação da moral como um sistema de exigências mútuas calcado na simetria de validade das justificações para cada um dos envolvidos. A partir dessa concepção de moral, o autor tenta uma reinterpretação do contratualismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ernst Tugendhat, Frei Universität Berlin

Frei Universität Berlin. Ética e Filosofia da linguagem

Downloads

Publicado

16-01-2008

Como Citar

TUGENDHAT, E. COMO DEVEMOS ENTENDER A MORAL?. Philósophos - Revista de Filosofia, Goiânia, v. 6, n. 1/2, 2008. DOI: 10.5216/phi.v6i1/2.3129. Disponível em: https://revistas.ufg.br/philosophos/article/view/3129. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais