LA PERSPECTIVA DE LA LIBERTAD REAL EN AMARTYA SEN

Autores

  • Jose Luis Sepúlveda Universidad Complutense de Madri- ESPANHA

DOI:

https://doi.org/10.5216/phi.v18i2.24603

Palavras-chave:

Ética, economia, liberdade, bens primários, responsabilidade, racionalidade.

Resumo

O objetivo deste artigo é mostrar o conceito amplo de "liberdade-real", seguindo as análises e comentários de um autor notável, como Amartya Sen. Este conceito inspira a maioria das obras e artigos de nosso autor. Reflete-se, principalmente, em seu livro mais importante dos últimos anos: Desenvolvimento como liberdade. Analisamos os dois pontos de vista do conceito de "liberdade" neste artigo. Eles são o papel constitutivo e o instrumental. No primeiro papel se incluem três conceitos: a liberdade como um valor universal, Processos e Oportunidades, e a Liberdade como um compromisso social. No segundo papel compararemos liberdades instrumentais com a teoria de bens primários de Rawls.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jose Luis Sepúlveda, Universidad Complutense de Madri- ESPANHA

Espanhol e residente no Brasil. Doutorando do Departamento de Filosofia Moral, Ética e Sociologia II da Universidade Complutense de Madri- Espanha. Mestre em Filosofia pela UCM e Licenciado em Filosofia e Teologia.

Áreas de atuaçao na Filosofía: Filosofia Social e Política, Ética e Ecoética

Downloads

Publicado

17-02-2014

Como Citar

SEPÚLVEDA, J. L. LA PERSPECTIVA DE LA LIBERTAD REAL EN AMARTYA SEN. Philósophos - Revista de Filosofia, Goiânia, v. 18, n. 2, p. 105–134, 2014. DOI: 10.5216/phi.v18i2.24603. Disponível em: https://revistas.ufg.br/philosophos/article/view/24603. Acesso em: 17 jul. 2024.