RAZÃO E SENSAÇÃO EM <em>TEETETO</em> 201<sup>D</sup>-202<sup>C</sup>

Autores

  • Anderson de Paula Borges UFG

DOI:

https://doi.org/10.5216/phi.v15i1.10825

Palavras-chave:

razão, sensação, elementos, teoria do sonho

Resumo

O objetivo do presente artigo é fazer uma breve discussão de três aspectos que caracterizam a teoria do sonho doTeeteto. Primeiro, comento a função do sonho no contexto da terceira definição de conhecimento. Depois, me detenho no texto e examino algumas questões relacionadas ao conceito de logos de 201d-202c. Na última parte do artigo discuto o problema da percepção dos elementos. Contesto aí a tese, defendida por alguns intérpretes, de que Platão estaria colocando os elementos na mesma condição perceptiva dos dados sensíveis descritos emTeeteto 184-6.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anderson de Paula Borges, UFG

Doutor em Filosofia pela Usp na área de filosofia antiga. Professor adjunto da Faculdade de Filosofia da UFG

Downloads

Publicado

10-08-2010

Como Citar

BORGES, A. de P. RAZÃO E SENSAÇÃO EM <em>TEETETO</em> 201<sup>D</sup>-202<sup>C</sup>. Philósophos - Revista de Filosofia, Goiânia, v. 15, n. 1, p. 13–47, 2010. DOI: 10.5216/phi.v15i1.10825. Disponível em: https://revistas.ufg.br/philosophos/article/view/10.5216.1347. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais