CRESCIMENTO DE MUDAS DE MARACUJAZEIRO EM FUNÇÃO DE ADUBAÇÃO À BASE DE BORO E MATERIAL DE CUPINZEIRO

Autores

  • Gisele Garcia de Sousa Universidade Federal da Grande Dourados - 2009
  • José Oscar Novelino Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD
  • Silvana Quintão de Paula Scalon Unversidade Federal da Grande Dourados - UFGD
  • Marlene Estevão Marchetti Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD

Palavras-chave:

Passiflora edulis, adubação boratada, adubação orgânica

Resumo

Na produção de mudas de maracujazeiro, deve-se atentar para o estado nutricional das plantas, cujas informações, quanto à adubação com micronutrientes como o boro, ainda são escassas para as regiões tropicais onde a fruticultura está se expandindo. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos de doses de boro (B) e de material do cartão de cupinzeiro sobre componentes de crescimento e concentração de B, na parte aérea de plantas de maracujazeiro-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.), cultivadas em Latossolo Vermelho distrófico. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5x4, com cinco doses de boro (0 mg dm-3; 0,25 mg dm-3; 0,50 mg dm-3; 0,75 mg dm-3; e 1,00 mg dm-3) e quatro doses do material de cartão de cupinzeiro de montículo (0 g dm-3; 25 g dm-3; 50 g dm-3; e 75 g dm-3), com quatro repetições, totalizando 80 unidades experimentais. A unidade experimental foi constituída por vasos com capacidade máxima para 700 cm3 de amostras. O experimento foi realizado em casa-de-vegetação, em Dourados (MS). Os maiores valores de produção de massa seca da parte aérea, altura de plantas, área foliar, diâmetro de caule e leitura SPAD são alcançados pelas aplicações conjuntas de material do cartão, na maior dose, e entre as duas maiores doses de B. O material de cartão de cupinzeiro foi pouco efetivo, como fonte de B, para influenciar os componentes de crescimento do maracujazeiro. As concentrações de B, na parte aérea de plantas de maracujá, para todas as doses de material do cartão aplicado, decresceram com os aumentos das doses de B aplicado.

PALAVRAS-CHAVE: Passiflora edulis; adubação boratada; adubação orgânica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gisele Garcia de Sousa, Universidade Federal da Grande Dourados - 2009

 

Engenheira Agronoma, formada Universidade Federal de mato Grosso do Sul - UFMS (1988),

Mestre em Agronomia pela Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD (2009)

 

José Oscar Novelino, Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (1973), mestrado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas) pela Universidade Federal de Viçosa (1984) e doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas) pela Universidade Federal de Viçosa (1998). Atualmente é professor Associado I, da Universidade Federal da Grande Dourados. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fertilidade do Solo e Adubação, atuando principalmente nos seguintes temas: região dos cerrados, fertilidade do solo e nutrição de plantas, Mato Grosso do Sul.

Silvana Quintão de Paula Scalon, Unversidade Federal da Grande Dourados - UFGD

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1988), mestrado em Agronomia (Fisiologia Vegetal) pela Universidade Federal de Lavras (1991) e doutorado em Ciências dos Alimentos - Departamento de Ciência dos Alimentos (1996). Atualmente é professora adjunto da Universidade Federal da Grande Dourados. Tem experiência na área de Botânica, com ênfase em Fisiologia Vegetal, atuando principalmente nos seguintes temas: germinação, ecofisiologia, fisiologia do estresse, pós-colheita, atmosfera modificada e armazenamento. Contemplada com bolsa de produtividade em pesquisa do CNPq em janeiro de 2009

Marlene Estevão Marchetti, Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD

Graduada em Agronomia pela Escola Superior de Agronomia de Paraguaçu Paulista (1977), mestrado em Solos e Nutrição de Plantas pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiróz/USP (1988) e doutorado em Solos e Nutrição de Plantas pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiróz/USP (1993). Atualmente é professor Associado I da Universidade Federal da Grande Dourados. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fertilidade do Solo, Adubação e Nutrição Mineral de Plantas.

Downloads

Publicado

20-04-2011

Como Citar

SOUSA, G. G. de; NOVELINO, J. O.; SCALON, S. Q. de P.; MARCHETTI, M. E. CRESCIMENTO DE MUDAS DE MARACUJAZEIRO EM FUNÇÃO DE ADUBAÇÃO À BASE DE BORO E MATERIAL DE CUPINZEIRO. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 41, n. 2, p. 170–178, 2011. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/7980. Acesso em: 4 mar. 2024.

Edição

Seção

Produção Vegetal