Lixiviação de nitrato e manejo do solo: tendências de pesquisa globais vs. brasileiras para 2001-2011 e 2012-2022

Autores

  • Isabeli Pereira Bruno
  • Luciene Aparecida Carvalho Furlan
  • Augusto Guilherme de Araújo

Resumo

Esta revisão de literatura avaliou estudos sobre lixiviação de nitrato que foram realizados em contexto agrícola, especificamente comparando a lixiviação entre manejo convencional e plantio direto, bem como tendências de pesquisa sobre esse tema no Brasil e no mundo, ao longo de duas décadas (2001-2011 e 2012-2022). O número de estudos no mundo com foco na lixiviação de nitrato durante ambas as décadas variou entre os bancos de dados analisados, enquanto as pesquisas no Brasil foram escassas. Notavelmente, a pesquisa sobre lixiviação de nitrato em plantio direto foi escassa no mundo todo e, particularmente, no Brasil. No entanto, o interesse mundial na lixiviação de nitrato associado à agricultura aumentou entre 2001-2011 e 2012-2022, fato evidenciado pelo aumento no número de publicações em todas as bases de dados. Além disso, o número de estudos ao redor do mundo sobre lixiviação de nitrato em plantio direto aumentou nas duas últimas décadas, embora esse interesse não tenha se refletido no Brasil. Entre os 22 artigos analisados, 13 apoiam o uso do plantio direto como estratégia para reduzir a lixiviação de nitrato, em comparação com o plantio convencional; 6 não apontaram diferença significativa entre os sistemas; e 3 detectaram redução da lixiviação em plantio convencional.

PALAVRAS-CHAVE: Perda de nitrogênio, plantio direto, plantio convencional, agricultura conservacionista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isabeli Pereira Bruno

Fitotecnia

Downloads

Publicado

14-11-2023

Como Citar

BRUNO, I. P.; FURLAN, L. A. C.; ARAÚJO, A. G. de. Lixiviação de nitrato e manejo do solo: tendências de pesquisa globais vs. brasileiras para 2001-2011 e 2012-2022. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 53, p. e76778, 2023. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/76778. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigo de Revisão