Projeções futuras e modelagem ecológica para a distribuição de plantas alimentícias não convencionais

Autores

  • Carla Karoline Gomes Dutra Borges
  • Jennifer Souza Tomaz
  • Caroline de Souza Bezerra
  • Marcos Silveira Wrege
  • Maria Teresa Gomes Lopes

Resumo

A importância de plantas alimentícias não convencionais tem sido evidenciada devido ao seu grande potencial de plasticidade fenotípica, resiliência e resistência à permanência em lugares inóspitos. Objetivou-se estudar a distribuição natural de duas espécies dessas plantas (Eryngium foetidum e Fridericia chica) no período presente (2009-2019) e a sua projeção para dois cenários climáticos futuros (RCP 4.5 - “menos pessimista” e RCP 8.5 - “mais pessimista”) em dois intervalos de tempo (2020-2050 e 2051-2070), nos seis domínios fitogeográficos brasileiros. Foram utilizadas 19 variáveis bioclimáticas obtidas da base de dados do WorldClim e quatro modelos de algoritmos foram testados: Climate Space Model, Envelope Score, Niche Mosaic e Environmental Distance. O algoritmo Environmental Distance apresentou a melhor discriminação dos modelos ajustados para as duas espécies. A partir das projeções, é possível perceber que as espécies são severamente afetadas nos domínios fitogeográficos da Amazônia, Pantanal e Pampa, tornando-se praticamente extintas no cenário RCP 8.5 para o período de 2051-2070.

PALAVRAS-CHAVE: Eryngium foetidum L., Fridericia chica (Bonpl.) L. G. Lohmann, projeção climática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

03-11-2023

Como Citar

BORGES, C. K. G. D.; TOMAZ, J. S.; BEZERRA, C. de S.; WREGE, M. S.; LOPES, M. T. G. Projeções futuras e modelagem ecológica para a distribuição de plantas alimentícias não convencionais. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 53, p. e76279, 2023. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/76279. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico