Fusarium sacchari associado à podridão do colmo em milho doce no Brasil

Autores

  • Renato Carrer Filho
  • Mariana Guimarães
  • Vanessa Pereira de Abreu
  • Geisiane Alves Rocha
  • Renato de Carvalho Menezes
  • Vanessa Duarte Dias
  • Marcos Gomes da Cunha

Resumo

O milho doce está sujeito ao ataque de vários patógenos que afetam o seu metabolismo e comprometem a sua qualidade e produção. Objetivou-se identificar o agente causal da podridão do colmo em plantas de milho doce, em casa-de-vegetação. A identidade do isolado patogênico foi confirmada pelo sequenciamento do espaço interno transcrito (ITS1/ITS4), beta-tubulina (BT2A/BT2B), calmodulina (CL1/CL2) e fator de elongação da tradução 1α (TEF1). As características morfológicas e de sequenciamento revelaram que Fusarium sacchari, pertencente ao complexo Fusarium fujikuroi, está diretamente associado aos sintomas observados em campo. Esse isolado fúngico nunca foi associado a doenças em Zea mays (grupo saccharata) no Brasil; portanto, este é o primeiro relato do fungo infectando milho doce em área de cultivo.

PALAVRAS-CHAVE: Fusarium fujikuroi, Zea mays, patógeno fúngico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renato Carrer Filho

Engenheiro Agronomo, UFV

Master of Science Fitopatologia, UFV

Especialista Gestão do Agronegócio, UFG

Doctor of Science Fitossanidade, UFG

Downloads

Publicado

17-01-2023

Como Citar

CARRER FILHO, R.; GUIMARÃES, M.; ABREU, V. P. de; ROCHA, G. A.; MENEZES, R. de C.; DIAS, V. D.; CUNHA, M. G. da. Fusarium sacchari associado à podridão do colmo em milho doce no Brasil. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 53, p. e74263, 2023. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/74263. Acesso em: 23 maio. 2024.

Edição

Seção

Nota Científica