Controle biológico de nematoides fitoparasitos em canaviais

Autores

  • Leila Luci Dinardo-Miranda
  • Isabella Dinardo Miranda
  • Higor Domingos Silvério da Silva
  • Juliano Vilela Fracasso

Resumo

O manejo de áreas infestadas por nematoides inclui uma série de medidas, dentre as quais os nematicidas químicos representam a mais utilizada. No entanto, visto que o uso desses produtos está associado a impactos ao ambiente, pesquisas com produtos biológicos têm adquirido grande importância. Objetivou-se avaliar o desempenho de Bacillus subtilis + B. licheniformis, quando aplicado ao sulco de plantio, no controle de nematoides e os efeitos na produtividade de canaviais. Foram conduzidos cinco experimentos em áreas infestadas, com quatro tratamentos: testemunha - sem nematicida; carbosulfan 700EC 4 L ha-1 - tratamento padrão; B. subtilis + B. licheniformis a 0,16 kg ha-1 e 0,20 kg ha-1. O carbosulfan foi mais eficiente no controle dos nematoides, reduzindo as populações pelo menos até quatro meses após o plantio. Os tratamentos com B. subtilis + B. licheniformis foram mais efetivos no controle de Meloidogyne javanica do que de Pratylenchus. As parcelas tratadas com carbosulfan produziram 11 % mais que a testemunha. Não houve diferenças entre as doses de B. subtilis + B. licheniformis, em relação à produtividade. Parcelas tratadas com o produto biológico produziram 5 % mais que a testemunha.

PALAVRAS-CHAVES: Bacillus subtilis, Bacillus licheniformis, Meloidogyne, Pratylenchus.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08-12-2022

Como Citar

DINARDO-MIRANDA, L. L.; MIRANDA, I. D.; SILVA, H. D. S. da; FRACASSO, J. V. Controle biológico de nematoides fitoparasitos em canaviais. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 52, p. e73758, 2022. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/73758. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico