Predição da distribuição natural e conservação de Urena lobata L. no Brasil

Autores

  • Lucinete Miranda Gomes
  • Caroline de Souza Bezerra
  • Ananda Virginia de Aguiar
  • Marcos Silveira Wrege
  • Maria Teresa Gomes Lopes

Resumo

Urena lobata L. é uma espécie comercial, utilizada para a extração de fibras nos estados do Amazonas e Pará, que apresenta relevante importância socioeconômica para a região Amazônica. Apesar de sua importância e vasta distribuição pelo Brasil, não existem dados sobre a resposta da espécie às mudanças climáticas globais. Objetivou-se apresentar a distribuição geográfica potencial de U. lobata no período atual (2009-2019) e prever áreas de adequabilidade climática para sua ocorrência em dois cenários futuros (RCP 4.5 e RCP 8.5), em dois intervalos de tempo (2020-2050 e 2051-2070), diante das mudanças climáticas globais. Foram utilizadas 19 variáveis bioclimáticas obtidas do WorldClim e quatro algoritmos (Climate Space Model, Envelope Score, Niche Mosaic e Environmental Distance), dos quais o Envelope Score foi o modelo mais representativo para a espécie, para verificar sua ocorrência ao longo dos domínios fitogeográficos brasileiros (Amazônia, Caatinga, Cerrado, Pantanal, Mata Atlântica e Pampa). Observou-se vulnerabilidade para a espécie, já que houve perdas de áreas favoráveis na Amazônia, Pantanal, Mata Atlântica, Cerrado e Caatinga, tornando-se praticamente extinta no pior cenário (RCP 8.5), no ano de 2070. Entretanto, para esse mesmo cenário e ano, observou-se aumento significativo de área no Pampa.

PALAVRAS-CHAVE: Malva, Malvaceae, mudanças climáticas, vulnerabilidade de espécies vegetais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

31-08-2022

Como Citar

GOMES, L. M. .; BEZERRA, C. de S.; AGUIAR, A. V. de; WREGE, M. S.; LOPES, M. T. G. Predição da distribuição natural e conservação de Urena lobata L. no Brasil. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 52, p. e72594, 2022. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/72594. Acesso em: 1 dez. 2022.

Edição

Seção

Suplemento Especial: Mudança Climática na Agricultura