Crescimento inicial de mudas de Syagrus romanzoffiana em substrato à base de biossólido

Autores

  • Antonio Maricélio Borges de Souza Universidade Estadual Paulista, Departamento de Ciências da Produção Agrícola, Jaboticabal, SP, Brasil. https://orcid.org/0000-0003-0508-8091
  • Larissa Benetasso Chioda Universidade Estadual Paulista, Departamento de Ciências da Produção Agrícola, Jaboticabal, SP, Brasil.
  • Kássia Barros Ferreira Universidade Estadual Paulista, Departamento de Ciências da Produção Agrícola, Jaboticabal, SP, Brasil.
  • Guilherme Rodrigues Vieira Universidade Estadual Paulista, Departamento de Ciências da Produção Agrícola, Jaboticabal, SP, Brasil. https://orcid.org/0000-0001-5644-2025
  • Thiago Souza Campos Universidade Estadual Paulista, Departamento de Ciências da Produção Agrícola, Jaboticabal, SP, Brasil.
  • Kathia Fernandes Lopes Pivetta Universidade Estadual Paulista, Departamento de Ciências da Produção Agrícola, Jaboticabal, SP, Brasil. https://orcid.org/0000-0001-9983-2402

Resumo

A composição do substrato é fator de grande influência na qualidade das mudas. Objetivou-se avaliar o potencial de biossólido como componente de substrato, no crescimento inicial de mudas de Syagrus romanzoffiana (Cham.) Glassman. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com seis tratamentos, cinco repetições e sete plantas por parcela. Os tratamentos foram constituídos por substratos resultantes da mistura de terra de subsolo (TS) e biossólido (BIO) em diferentes proporções: 100 % TS; 20 % BIO + 80 % TS; 40 % BIO + 60 % TS; 60 % BIO + 40 % TS; 80 % BIO + 20 % TS; 100 % BIO. Avaliaram-se as características morfológicas e de qualidade das mudas. Houve incremento até a proporção de 60 % de biossólido para altura da parte aérea, diâmetro do coleto, número de folhas, área foliar, clorofila total, comprimento da raiz, massa seca da parte aérea e índice de qualidade de Dickson. Para a massa seca da raiz e total, o incremento se deu até a proporção de 40 % de biossólido. Portanto, o uso do biossólido nas proporções de 40 e 60 % na composição do substrato mostrou-se eficiente por promover satisfatório crescimento inicial (todas as mudas apresentaram altura entre 30 e 40 cm e diâmetro do coleto de 5 mm) e qualidade das mudas avaliadas.

PALAVRAS-CHAVE: Arecaceae, composto orgânico, jerivá, lodo de esgoto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

19-04-2022

Como Citar

SOUZA, A. M. B. de; CHIODA, L. B.; FERREIRA, K. B.; VIEIRA, G. R.; CAMPOS, T. S.; PIVETTA, K. F. L. Crescimento inicial de mudas de Syagrus romanzoffiana em substrato à base de biossólido. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 52, p. e70577, 2022. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/70577. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigo Científico