Utilização de aeronave remotamente pilotada no cálculo de perda de solo

Autores

  • Ana Karolyna Nunes Amaral Universidade Federal de Goiás, Instituto de Estudos Socioambientais, Laboratório de Geomorfologia, Pedologia e Geografia Física, Goiânia, GO, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-9406-7067
  • Chrystiano Alves de Souza Universidade Federal de Goiás, Instituto de Estudos Socioambientais, Laboratório de Geomorfologia, Pedologia e Geografia Física, Goiânia, GO, Brasil. https://orcid.org/0000-0001-7935-6306
  • Renata Santos Momoli Universidade Federal de Goiás, Instituto de Estudos Socioambientais, Laboratório de Geomorfologia, Pedologia e Geografia Física, Goiânia, GO, Brasil. https://orcid.org/0000-0001-7309-4974
  • Luis Felipe Soares Cherem Universidade Federal de Goiás, Instituto de Estudos Socioambientais, Laboratório de Geomorfologia, Pedologia e Geografia Física, Goiânia, GO, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-4119-6690

Resumo

O sensoriamento remoto por sistemas orbitais é bastante utilizado em estudos ambientais, por permitir análises em escala regional com alta resolução temporal. Já para estudos locais, em pequena escala espacial, com base de dados em altíssima resolução e em momentos específicos, aeronaves pilotadas remotamente têm sido adotadas alternativamente. Este estudo de caso objetivou efetuar a análise morfométrica e quantificação da perda de solo em duas dolinas localizadas em latossolos sobre rochas carbonáticas do Grupo Paranoá, em área agrícola de Niquelândia (Goiás), utilizando-se aeronave pilotada remotamente, em dois períodos. A partir das imagens de satélites analisadas, estimou-se que o período de surgimento das dolinas foi entre dezembro de 2018 a abril de 2019. Com base no levantamento aéreo realizado, foram observados 35,53 m² de área erodida e 236,89 t de perda de solo para a dolina 1, bem como 299,96 m² de área e 663,47 t de perda no primeiro período e 961,66 m² de área e 4.241,68 t de perda após seis meses para a dolina 2.

PALAVRAS-CHAVE: Aerofotogrametria, carste, conservação de solos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

26-11-2021

Como Citar

AMARAL , A. K. N.; SOUZA, C. A. de; MOMOLI , R. S.; CHEREM, L. F. S. Utilização de aeronave remotamente pilotada no cálculo de perda de solo. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 51, p. e69942, 2021. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/69942. Acesso em: 25 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico