Desenvolvimento de guias de cores para avaliar a maturação de clones de cacau por meio de processamento digital de imagens

Autores

  • María Cristina García-Muñoz Corporación Colombiana de Investigación Agropecuaria (Agrosavia), Centro de Investigación Tibaitatá, Mosquera, Cundinamarca, Colombia.
  • Martha Patricia Tarazona-Díaz Jorge Tadeo Lozano University, Department of Engineering, Bogotá, Colombia.
  • Nixon Andres Meneses-Marentes Jorge Tadeo Lozano University, Department of Engineering, Bogotá, Colombia. https://orcid.org/0000-0002-5924-5489
  • Gabriela González-Sarmiento Jorge Tadeo Lozano University, Faculty of Arts and Design, Bogotá, Colombia. https://orcid.org/0000-0002-1391-2135
  • Ana Sofía Pineda-Guerrero Jorge Tadeo Lozano University, Faculty of Arts and Design, Bogotá, Colombia. https://orcid.org/0000-0003-2457-6760
  • Germán Eduardo Gómez-Uribe Jorge Tadeo Lozano University, Faculty of Arts and Design, Bogotá, Colombia.

Resumo

A homogeneidade da matéria-prima é uma das características mais solicitadas em qualquer indústria produtiva, e a indústria do cacau não é exceção. No entanto, há muitos fatores que afetam a qualidade final dos frutos, dentre eles a variedade e o estágio de maturação. Objetivou-se criar guias de cores para avaliar o índice de maturação dos clones de cacau ICS06, CCN51 e EET8, utilizando-se processamento digital de imagens, a fim de contribuir para a qualidade e homogeneidade final dos frutos e seus derivados.

PALAVRAS-CHAVE: Theobroma cacao L., índice de maturação, qualidade do cacau.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30-11-2021

Como Citar

GARCÍA-MUÑOZ, M. C.; TARAZONA-DÍAZ, M. P.; MENESES-MARENTES, N. A.; GONZÁLEZ-SARMIENTO, G.; PINEDA-GUERRERO, A. S.; GÓMEZ-URIBE, G. E. Desenvolvimento de guias de cores para avaliar a maturação de clones de cacau por meio de processamento digital de imagens. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 51, p. e69621, 2021. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/69621. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Nota Científica