Produtividade e estrutura diamétrica de Dimorphandra mollis Benth.

Autores

Resumo

Dimorphandra mollis é nativa do Cerrado e possui importância social, econômica e ambiental. Objetivou-se avaliar a produtividade e distribuição diamétrica de Dimorphandra mollis Benth. na Área de Proteção Ambiental do Rio Pandeiros, em Bonito de Minas, Minas Gerais. Foram avaliadas cinco áreas, totalizando cinco hectares (50 parcelas de 1.000 m2). O número total de plantas, produtividade por planta (2018, 2019 e 2020) e diâmetro à altura do peito foram registrados, considerando-se todas as árvores das parcelas em classes diamétricas. O diâmetro médio à altura do peito de todas as plantas foi de 6,05 ± 3,07 cm, e o das plantas que tiveram produção em pelo menos um dos anos avaliados foi de 7,46 ± 3,15 cm. A distribuição diamétrica apresentou classes sem indivíduos, indicando desequilíbrio, bem como tendência ao formato de “J” invertido. A produtividade anual máxima foi de 8,08 kg ha-1 de frutos secos (2019), a mínima de 0,42 kg ha-1 (2018) e a média de 2,74 kg ha-1, com característica de bienalidade.

PALAVRAS-CHAVE: Fava-d’anta, espécie florestal, Cerrado, fitossociologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Karoline Paulino Costa, Universidade Federal de Minas Gerais

Engenheira Agronoma pela Universidade Federal de Minas Gerais, e Mestranda em Produção Vegetal pela mesma instituição.

Downloads

Publicado

15-06-2021

Como Citar

COSTA, K. P.; MEIRA, M. R. .; ROCHA, S. L. .; FERNANDES, T. O. M. .; MARTINS, E. R. . Produtividade e estrutura diamétrica de Dimorphandra mollis Benth. Pesquisa Agropecuária Tropical, [S. l.], v. 51, p. e67240, 2021. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/67240. Acesso em: 19 out. 2021.

Edição

Seção

Suplemento Especial: Cerrado