Sensores de vegetação como ferramenta para identificação de população de plantas e estimativa de produtividade de grãos de milho

Autores

  • André Luis Vian Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Christian Bredemeier Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Maicon Andreo Drum Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • João Leonardo Fernandes Pires Embrapa Trigo https://orcid.org/0000-0002-9901-2030
  • Elizandro Fochesattto Centro Universitário Vale do Iguaçu

Resumo

A produtividade estimada de grãos do milho é dependente da densidade de plantas e deve ser monitorada desde o início de seu desenvolvimento, principalmente entre os estágios fenológicos V3 e V10, visto que são mais responsivos a estratégias de manejo. Objetivou-se avaliar a eficiência de dois métodos [índice de vegetação por diferença normalizada (NDVI) e índice de ocupação de plantas (POI)] para estimar a densidade de plantas de milho, a fim de identificar a população de plantas em diferentes estádios fenológicos e a produtividade de grãos de milho. Dois experimentos de campo foram conduzidos em duas safras agrícolas e os tratamentos consistiram em quatro densidades de plantas (4, 6, 8 e 10 plantas m-²). As medições de NDVI do dossel vegetativo foram realizadas nos estágios de crescimento V4, V5, V6, V7, V8 e V9 (2014) e V3, V5, V6, V8, V9, V10 e V13 (2015/2016). Para o POI, as medições foram realizadas nos estádios V5, V6, V8 e V9, em ambas as safras. As diferentes densidades de plantas foram eficientes em gerar variabilidade nos valores de NDVI e POI ao longo do ciclo de desenvolvimento da cultura, e ambas as ferramentas foram eficientes para identificar as variações na densidade. Verificou-se que essas ferramentas devem ser utilizadas entre os estádios de crescimento V4 e V9.

PALAVRAS-CHAVE: Zea mays L., índice de vegetação por diferença normalizada, índice de ocupação de plantas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

17-06-2021

Como Citar

VIAN, A. L.; BREDEMEIER, C.; DRUM, M. A.; PIRES, J. L. F.; FOCHESATTTO, E. . Sensores de vegetação como ferramenta para identificação de população de plantas e estimativa de produtividade de grãos de milho. Pesquisa Agropecuária Tropical, [S. l.], v. 51, p. e66926, 2021. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/66926. Acesso em: 19 out. 2021.

Edição

Seção

Artigo Científico