TEORES FOLIARES E EXPORTAÇÃO DE NUTRIENTES DO MAMOEIRO BAIXINHO DE SANTA AMÁLIA TRATADO COM BIOFERTILIZANTES

Autores

  • Evandro Franklin de Mesquita Universidade Estadual da Paraíba
  • Lourival Ferreira Cavalcante Universidade Federal da Paraíba
  • Saulo Cabral Gondim Universidade Federal da Paraíba
  • Vinícius Batista Campos Universidade Federal de Campina Grande
  • Ítalo Herbert Lucena Cavalcante Universidade Federal do Piauí
  • Petrônio Cabral Gondim Universidade Federal da Paraíba

Palavras-chave:

Carica papaya L., biofertilizante, composição mineral

Resumo

O mamoeiro é uma cultura de expressiva importância econômica para o Brasil e, tradicionalmente, foi cultivado sob fertilização mineral do solo. Entretanto, nas últimas duas décadas, o mercado consumidor mundial vem exigindo a produção de alimentos com menor uso de insumos sintéticos e maior utilização de insumos naturais. Nesse sentido, um experimento foi conduzido no município de Remígio, PB, para avaliar a composição mineral no limbo foliar, no início da floração das plantas e na exportação de sódio, macro e micronutrientes, na colheita dos frutos maduros do mamoeiro “Baixinho de Santa Amália”. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, usando o esquema fatorial 2x5, referentes ao biofertilizante puro e enriquecido com sódio, macro e micronutrientes, nas doses 0,0 L cova-1; 0,5 L cova-1; 1,0 L cova-1; 1,5 L cova-1; e 2,0 L cova-1, aplicados ao solo na forma líquida. O biofertilizante enriquecido foi mais eficiente, em relação ao puro, na acumulação de sódio, macro e micronutrientes, nas folhas das plantas e na exportação dos respectivos nutrientes, com a colheita dos frutos do mamoeiro em todas as doses de insumos aplicados ao solo. As plantas, no início da floração, estavam com teores adequados de nitrogênio, potássio, enxofre, boro, cobre e zinco e deficientes em fósforo, cálcio, magnésio, ferro e manganês. O potássio (dentre os macronutrientes) e o ferro (dentre os micronutrientes) foram os mais exportados, com a colheita dos frutos.

PALAVRAS-CHAVE: Carica papaya L.; biofertilizante; composição mineral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Evandro Franklin de Mesquita, Universidade Estadual da Paraíba

Eng Agrônomo, MSc em Manejo de Solo e Água, Professor do Dep. Agrárias e Letras, Campus IV, UEPB, doutorando em Engenharia Agrícola, CTRN, UFCG.

Lourival Ferreira Cavalcante, Universidade Federal da Paraíba

Eng Agrônomo, Professor Dr. do Departamento de solos e engenharia rural, Campus II, CCA, UFPB.

Saulo Cabral Gondim, Universidade Federal da Paraíba

Eng Agrônomo, MSc em Manejo de Solo e Água, Professor do de solos e engenharia rural, Campus II, CCA, UFPB, doutorando em Recursos Naturais, CTRN, UFCG

Vinícius Batista Campos, Universidade Federal de Campina Grande

Eng Agrônomo, MSc em Manejo de Solo e Água, doutorando em Engenharia Agrícola, CTRN, UFCG.

Ítalo Herbert Lucena Cavalcante, Universidade Federal do Piauí

Eng Agrônomo, Professor Dr. do do Campus Profa. Cinobelina Elvas, CPCE, UFPI

Petrônio Cabral Gondim, Universidade Federal da Paraíba

Eng. Agrônomo, Mestrando em Manejo de Solo e Água, CCA, UFPB.

Downloads

Publicado

12-04-2010

Como Citar

DE MESQUITA, E. F.; CAVALCANTE, L. F.; GONDIM, S. C.; CAMPOS, V. B.; CAVALCANTE, Ítalo H. L.; GONDIM, P. C. TEORES FOLIARES E EXPORTAÇÃO DE NUTRIENTES DO MAMOEIRO BAIXINHO DE SANTA AMÁLIA TRATADO COM BIOFERTILIZANTES. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 40, n. 1, p. 66–76, 2010. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/6535. Acesso em: 21 fev. 2024.

Edição

Seção

Produção Vegetal