Condicionamento e revestimento de sementes de Urochloa brizanta associados à inoculação com Bacillus subtilis

Autores

  • Antonio Emilio Rodrigues Manrique
  • Rita de Cássia Lima Mazzuchelli
  • Ademir Sergio Ferreira Araujo
  • Fabio Fernando de Araujo UNOESTE

Resumo

Avanços tecnológicos para melhorar a etapa de semeadura de forrageiras são importantes, pois, além de aumentarem a eficiência na operação, podem proporcionar ganhos no crescimento da planta. Objetivou-se avaliar a inoculação de Bacillus subtilis em sementes de Urochloa brizantha, utilizando-se procedimentos de revestimento, condicionamento fisiológico e armazenamento, bem como seus efeitos na germinação e no crescimento das plantas. Utilizou-se delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 × 3 × 5 + 1 [dois procedimentos de inoculação (revestimento e condicionamento), três inoculantes (B. subtilis AP-3, B. subtilis PRBS-1 e sem bactérias), cinco períodos de armazenamento (0, 30, 60, 90 e 120 dias) e controle (sementes nuas)], com cinco repetições. Foram utilizados dois lotes de sementes de U. brizantha, caracterizados como de maior e menor viabilidade. Após os tratamentos, parte das sementes foi utilizada para avaliar a promoção de crescimento de plantas em casa-de-vegetação, durante 180 dias, e o restante foi armazenado sob temperatura de 15 ºC, com avaliação da germinação a cada 30 dias, durante 120 dias. O condicionamento fisiológico apresentou melhor desempenho nas avaliações efetuadas para sementes de U. brizantha com B. subtilis. O revestimento e o condicionamento nas sementes de U. brizantha com menor viabilidade, com e sem inoculação de bactérias, aumenta a massa da parte aérea nas plantas após 180 dias de crescimento.

PALAVRAS-CHAVE: Inoculação de sementes, rizobactérias, germinação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10-10-2019

Como Citar

MANRIQUE, A. E. R.; MAZZUCHELLI, R. de C. L.; ARAUJO, A. S. F.; ARAUJO, F. F. de. Condicionamento e revestimento de sementes de Urochloa brizanta associados à inoculação com Bacillus subtilis. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 49, p. e55536, 2019. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/55536. Acesso em: 5 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico