Redução na deriva de pulverização de 2,4-D em tomate utilizando-se pontas hidráulicas com indução de ar e adjuvante LI-700

Autores

  • João de Deus Godinho Júnior Universidade Federal de Viçosa, Instituto de Ciências Agrárias, Rio Paranaíba, Minas Gerais, Brasil, joao.ufv.agro@gmail.com https://orcid.org/0000-0002-5936-9027
  • Renato Adriane Alves Ruas Universidade Federal de Viçosa, Instituto de Ciências Agrárias, Rio Paranaíba, Minas Gerais, Brasil, raaruas@gmail.com
  • Marcelo Rodrigues dos Reis Universidade Federal de Viçosa, Instituto de Ciências Agrárias, Rio Paranaíba, Minas Gerais, Brasil, reisagro@gmail.com
  • Alberto Carvalho Filho Universidade Federal de Viçosa, Instituto de Ciências Agrárias, Rio Paranaíba, Minas Gerais, Brasil, albertoufv@gmail.com https://orcid.org/0000-0002-3855-1938
  • Vinícius Ribeiro Faria Universidade Federal de Viçosa, Instituto de Ciências Agrárias, Rio Paranaíba, Minas Gerais, Brasil, vinicius.faria@ufv.br

Palavras-chave:

Solanum lycopersicum, Tecnologia de aplicação de herbicida, Bicos de pulverização

Resumo

A deriva de herbicidas de efeito hormonal é um grande problema para a agricultura, pois, mesmo em pequena quantidade, pode causar grandes prejuízos em lavouras com plantas sensíveis ao seu mecanismo de ação. Objetivou-se avaliar a eficiência de pontas hidráulicas de pulverização com indução de ar, bem como o uso do adjuvante LI-700, na redução de deriva do herbicida 2,4-D, na cultura do tomate. O delineamento experimental utilizado foi o de parcelas subdivididas, inteiramente casualizado, com oito repetições. Nas parcelas, foram alocadas duas soluções do herbicida (com ou sem o uso de adjuvante) [2,4-D (670 g ha-1) e 2,4-D (670 g ha-1) + LI-700 (712,88 g ha-1)] e, nas subparcelas, cinco modelos de pontas [leque simples (JSF11003), leque simples com indução de ar (AD-IA11003), leque duplo com indução (AD-IA/D11003), leque simples martelinho com indução (TTI11003-VP) e cone vazio com indução (CV-IA10003)]. Os tratamentos foram aplicados em túnel de vento, à pressão de 300 kPa. Em analisador a laser, aplicando-se somente água, foram determinados, para todos os modelos de pontas, o diâmetro da mediana volumétrica, a amplitude relativa e a porcentagem de gotas com diâmetro inferior a 150 ?m. As pontas hidráulicas CV-IA10003 e TTI11003-VP destacam-se por reduzir a deriva do herbicida 2,4-D e diminuir os danos a plantas de tomate. A adição do adjuvante LI-700 à calda de 2,4-D, independentemente do modelo de ponta, reduz a deriva desse herbicida e seus efeitos sobre a raiz de tomateiro. Entretanto, mesmo adotando-se essas tecnologias, a aplicação do herbicida 2,4-D próxima à cultura do tomate deve ser evitada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João de Deus Godinho Júnior, Universidade Federal de Viçosa, Instituto de Ciências Agrárias, Rio Paranaíba, Minas Gerais, Brasil, joao.ufv.agro@gmail.com

Renato Adriane Alves Ruas, Universidade Federal de Viçosa, Instituto de Ciências Agrárias, Rio Paranaíba, Minas Gerais, Brasil, raaruas@gmail.com

Marcelo Rodrigues dos Reis, Universidade Federal de Viçosa, Instituto de Ciências Agrárias, Rio Paranaíba, Minas Gerais, Brasil, reisagro@gmail.com

Alberto Carvalho Filho, Universidade Federal de Viçosa, Instituto de Ciências Agrárias, Rio Paranaíba, Minas Gerais, Brasil, albertoufv@gmail.com

Vinícius Ribeiro Faria, Universidade Federal de Viçosa, Instituto de Ciências Agrárias, Rio Paranaíba, Minas Gerais, Brasil, vinicius.faria@ufv.br

Downloads

Publicado

19-06-2018

Como Citar

DE DEUS GODINHO JÚNIOR, J.; ADRIANE ALVES RUAS, R.; RODRIGUES DOS REIS, M.; CARVALHO FILHO, A.; RIBEIRO FARIA, V. Redução na deriva de pulverização de 2,4-D em tomate utilizando-se pontas hidráulicas com indução de ar e adjuvante LI-700. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 48, n. 2, p. 134–139, 2018. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/51416. Acesso em: 19 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico