Desempenho fisiológico de sementes de trigo em função do teor de água na colheita e sistema de armazenamento

Autores

  • Maurício Albertoni Scariot Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Lauri Lourenço Radünz Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Rafael Gomes Dionello Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Indianara Müller Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Patricia Mara de Almeida Universidade Federal da Fronteira Sul - campus de Erechim/RS

Palavras-chave:

Triticum aestivum L., antecipação de colheita, armazenamento hermético, armazenamento convencional.

Resumo

O desempenho fisiológico de sementes de trigo pode ser influenciado pela época de colheita e pelo sistema de armazenamento. Objetivou-se avaliar o desempenho fisiológico de sementes de trigo, em função de diferentes teores de água na colheita, com posterior armazenamento em sistemas hermético e convencional. A colheita foi realizada quando as sementes atingiram teores de água de 28,6 %, 18,5 % e 12,9 %. Posteriormente, as mesmas foram armazenadas por 240 dias, sob dois sistemas, à temperatura ambiente. A  avaliação de desempenho fisiológico das sementes foi realizada pelos testes de germinação e vigor, comprimento da parte aérea e matéria seca das plântulas. A germinação de sementes de trigo armazenadas em sistema hermético aumentou até 180 dias de armazenamento, devido à quebra de dormência, com subsequente queda nos valores, enquanto as armazenadas sob sistema convencional apresentaram diminuição linear na germinação ao longo do armazenamento. O sistema hermético proporcionou aumento no vigor das sementes até 120 dias de armazenamento e, após este período, houve redução nos valores. O sistema convencional promoveu a redução linear do vigor das sementes ao longo do armazenamento, com exceção dos resultados demonstrados nos testes de primeira contagem de germinação e índice de velocidade de germinação, que apresentaram aumento até 60 dias de armazenamento. O atraso na colheita influenciou negativamente a germinação e vigor das sementes, independentemente do tempo e do sistema de armazenamento. A combinação de antecipação da colheita e armazenamento hermético melhora o desempenho fisiológico de sementes ao longo do tempo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maurício Albertoni Scariot, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia - Departamento de Fitossanidade 

 

Lauri Lourenço Radünz, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia - Departamento de Fitossanidade

Rafael Gomes Dionello, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia - Departamento de Fitossanidade

Indianara Müller, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia - Departamento de Fitossanidade

Patricia Mara de Almeida, Universidade Federal da Fronteira Sul - campus de Erechim/RS

Curso de Agronomia

Downloads

Publicado

15-01-2018

Como Citar

SCARIOT, M. A.; RADÜNZ, L. L.; DIONELLO, R. G.; MÜLLER, I.; ALMEIDA, P. M. de. Desempenho fisiológico de sementes de trigo em função do teor de água na colheita e sistema de armazenamento. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 47, n. 4, p. 456–464, 2018. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/49550. Acesso em: 21 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico