Qualidade fisiológica, estabelecimento inicial e produtividade de trigo em função do método de tratamento de sementes

Autores

  • Joice Aline Freiberg Universidade Federal de Santa Maria
  • Marcos Paulo Ludwig Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Ibirubá
  • Leticia Decarli Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Ibirubá
  • Eduardo Girotto Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Ibirubá
  • Lucas Navarini Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Ibirubá

Palavras-chave:

Triticum aestivum L., emergência de plântulas, germinação, tratamento industrial de sementes.

Resumo

Novas tecnologias estão sendo incorporadas ao processo de tratamento de sementes, como a aplicação de produtos em escala industrial. Objetivou-se avaliar a qualidade de sementes de cultivares de trigo, bem como a influência do método de tratamento de sementes no estabelecimento e produtividade dessa cultura. Sementes das cultivares Jadeite 11, Quartzo e Tec Frontale foram tratadas com fungicida Spectro® (difenoconazol - 200 mL 100 kg-1 de sementes), inseticida Cruiser Opti® (tiametoxam + lambda-cialotrina - 200 mL 100 kg-1 de sementes) e polímero Polifix G4 (100 mL 100 kg-1 de sementes). Utilizou-se delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições. Os tratamentos consistiram em tratamento industrial, tratamento convencional (on farm) com os mesmos produtos e testemunha. Foram conduzidos testes de germinação, primeira contagem e teor de água, realizados imediatamente após o tratamento das sementes e aos 30, 90 e 150 dias de armazenamento. Aos 30, 60 e 120 dias de armazenamento, foi avaliada a emergência em canteiros. Em campo, sob delineamento de blocos ao acaso, foram avaliadas a emergência e a produtividade de grãos, em duas épocas de semeadura. Os métodos de tratamento de sementes (convencional ou industrial) não reduzem a qualidade fisiológica e a emergência de sementes de alto vigor armazenadas por 150 dias, em condições controladas de temperatura e umidade. O tratamento de sementes com difenoconazol + tiametoxam + lambda-cialotrina + polímero, industrial ou convencional, não aumenta o estande de plantas e a produtividade da cultura do trigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

12-01-2018

Como Citar

FREIBERG, J. A.; LUDWIG, M. P.; DECARLI, L.; GIROTTO, E.; NAVARINI, L. Qualidade fisiológica, estabelecimento inicial e produtividade de trigo em função do método de tratamento de sementes. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 47, n. 4, p. 448–455, 2018. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/49214. Acesso em: 5 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico