Toxicidade de manipueira sobre Meloidogyne incognita em soja

Autores

  • Wéverson Lima Fonseca Universidade Federal do Piauí/ Engenheiro Agrônomo; Mestre em Agronomia/Fitotecnia. Universidade federal do Ceará/ Doutorando em Agronomia/Fitotecnia
  • Fernandes Antonio de Almeida
  • Augusto Matias de Oliveira
  • Maria Lúcia Tiburtino Leite
  • Jeissica Taline Prochnow
  • Lisandro da Luz Ramos

Palavras-chave:

Glycine max, nematoide das galhas, parasitismo.

Resumo

A manipueira, resíduo líquido da industrialização da mandioca, apresenta alta toxicidade à diversidade microbiana. Objetivou-se avaliar o potencial de manipueira aplicada ao solo, visando ao controle de Meloidogyne incognita na cultura da soja. Utilizou-se delineamento experimental inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 11, constituído por duas formas de aplicação de manipueira (única e dividida em duas), em onze concentrações (0 %, 10 %, 20 %, 30 %, 40 %, 50 %, 60 %, 70 %, 80 %, 90 % e 100%), com cinco repetições por tratamento. Algumas variáveis agronômicas e características do parasitismo também foram avaliadas. As plantas que receberam aplicação única de manipueira apresentaram ganho no comprimento radicular de 100,41 %, enquanto o volume e a massa fresca do sistema radicular apresentaram ganhos de 81,52 % e 28,11 %, respectivamente, com a aplicação dividida. Quanto ao parasitismo, a aplicação única foi mais eficiente na redução do número de juvenis no solo e na raiz, onde as concentrações de manipueira para matar 50 % dos nematoides foram de 1,65 % e 4,37 %, respectivamente. Assim, a manipueira, além de ser eficiente no controle de M. incognita, influencia de forma positiva no desenvolvimento da cultura da soja, podendo ser recomendada como nematicida e, também, como adubo orgânico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wéverson Lima Fonseca, Universidade Federal do Piauí/ Engenheiro Agrônomo; Mestre em Agronomia/Fitotecnia. Universidade federal do Ceará/ Doutorando em Agronomia/Fitotecnia

Engenheiro Agrônomo e mestre em Agronomia/Fitotecnia pela Universidade Federal do Piauí e doutorando em  Agronomia/Fitotecnia pela Universidade federal do Ceará.

Downloads

Publicado

13-12-2016

Como Citar

FONSECA, W. L.; ALMEIDA, F. A. de; OLIVEIRA, A. M. de; LEITE, M. L. T.; PROCHNOW, J. T.; RAMOS, L. da L. Toxicidade de manipueira sobre Meloidogyne incognita em soja. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 46, n. 4, p. 413–420, 2016. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/41867. Acesso em: 25 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico