Patogenicidade e agressividade de isolados de Colletotrichum gloeosporioides em pimenta ornamental

Autores

  • Neilton Antonio Fiusa Araújo Universidade Federal de Lavras
  • Joana D´arc Mendes Vieira
  • Marlene da Rocha Moura
  • Wagner Rogério Leocádio Soares Pessoa
  • Beatriz Meireles Barguil

Palavras-chave:

Capsicum frutescens, fungos fitopatogênicos, antracnose.

Resumo

A antracnose é uma doença causada por fungos do gênero Colletotrichum que afeta inúmeras culturas, inclusive plantas ornamentais. Objetivou-se avaliar a patogenicidade e agressividade de isolados de Colletotrichum gloeosporioides Penz. (Sacc.) Cg1 (mamoeiro), Cg2 (goiabeira) e Cg3 (mangueira), nas variedades de pimentas ornamentais Stromboli, Etna e Pirâmide, em duas épocas do ano (julho/agosto e novembro/dezembro de 2013). Avaliou-se a patogenicidade dos fungos e a severidade dos sintomas nas plantas utilizando-se uma escala de notas. Os três isolados de C. gloeosporioides foram patogênicos às três variedades de pimenta ornamental avaliadas, apresentando níveis diferenciados de agressividade entre as variedades. Houve influência das condições ambientais na agressividade dos isolados, sendo que a maior severidade foi obtida na segunda época de condução do experimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

04-10-2016

Como Citar

ARAÚJO, N. A. F.; VIEIRA, J. D. M.; MOURA, M. da R.; PESSOA, W. R. L. S.; BARGUIL, B. M. Patogenicidade e agressividade de isolados de Colletotrichum gloeosporioides em pimenta ornamental. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 46, n. 3, p. 321–326, 2016. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/41483. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico