Distribuição volumétrica vertical de pulverizador hidropneumático no controle de Brevipalpus phoenicis

Autores

  • José Márcio de Sousa Júnior UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA
  • Renato Adriane Alves Ruas Universidade Federal de Viçosa Campus Rio Paranaíba MG
  • João de Deus Godinho Júnior Universidade Federal de Viçosa Campus Rio Paranaíba MG
  • Alberto Carvalho Filho Universidade Federal de Viçosa Campus Rio Paranaíba MG
  • Vinícius Ribeiro Faria Universidade Federal de Viçosa Campus Rio Paranaíba MG

Palavras-chave:

Coffea arabica L., pontas de pulverização, aplicação de agrotóxico.

Resumo

A distribuição de calda proporcionada por pulverizadores hidropneumáticos, dentre outros fatores, deve ser analisada com critério, sob pena de elevar custos de produção e causar contaminação ambiental. Objetivou-se avaliar o efeito da distribuição volumétrica vertical de pulverizador hidropneumático na eficácia de controle de Brevipalpus phoenicis. Primeiramente, realizou-se ensaio visando a avaliar a uniformidade de distribuição volumétrica vertical do pulverizador, considerando-se diferentes configurações de pontas nos arcos de pulverização, lados e altura de pulverização. Em seguida, realizou-se outro experimento, com o intuito de analisar a relação entre a distribuição do acaricida Fenpiroximato, aplicado a lavoura de Coffea arabica L., e o controle de B. phoenicis. Os tratamentos foram dispostos em esquema fatorial 4 x 2 + 1 testemunha adicional, sendo eles: quatro volumes de calda (200 L ha-1, 400 L ha-1, 600 L ha-1 e 800 L ha-1) e duas configurações de pontas (1: 100 % das pontas MAG1,5; 2: parte superior com 5 pontas MAG3,0, parte mediana com 9 pontas MAG1,5 e parte inferior com 4 pontas MAG3,0). A configuração 2 proporcionou o menor coeficiente de variação (28 %). As configurações de pontas não apresentaram efeito na incidência de B. phoenicis. A utilização de pontas com diferentes vazões no arco de pulverização melhora a uniformidade de distribuição volumétrica vertical dos pulverizadores hidropneumáticos, mas não influencia na eficácia de controle de B. phoenicis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Márcio de Sousa Júnior, UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA

Mestrando em agronomia- Área de Mecanização Agrícola. Na Universidade Federal de Viçosa Campus Rio Paranaíba MG

Renato Adriane Alves Ruas, Universidade Federal de Viçosa Campus Rio Paranaíba MG

Doutorado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa, Brasil(2007)
Professor Adjunto III da Universidade Federal de Viçosa Campus Rio Paranaíba MG, atuando nas Áreas de Mecanização Agrícola e Tecnologia de Aplicação de Agrotóxicos.

João de Deus Godinho Júnior, Universidade Federal de Viçosa Campus Rio Paranaíba MG

Mestrando em agronomia- Área de Mecanização Agrícola. Na Universidade Federal de Viçosa Campus Rio Paranaíba MG

Alberto Carvalho Filho, Universidade Federal de Viçosa Campus Rio Paranaíba MG

DDoutorado em Agronomia (Produção Vegetal) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Brasil(2004). Professor Adjunto III da Universidade Federal de Viçosa Campus Rio Paranaíba MG, atuando nas Áreas de Manejo e Conservação do Solo.

Vinícius Ribeiro Faria, Universidade Federal de Viçosa Campus Rio Paranaíba MG

Doutorado em Genética e Melhoramento da Universidade Federal de Viçosa (2012)
Professor Adjunto I da Universidade Federal de Viçosa Campus Rio Paranaíba MG, atuando nas áreas de  Melhoramento Genético.

Downloads

Publicado

08-07-2016

Como Citar

SOUSA JÚNIOR, J. M. de; ALVES RUAS, R. A.; GODINHO JÚNIOR, J. de D.; CARVALHO FILHO, A.; FARIA, V. R. Distribuição volumétrica vertical de pulverizador hidropneumático no controle de Brevipalpus phoenicis. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 46, n. 2, p. 183–190, 2016. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/40349. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico