CARACTERIZAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO DE PEQUI (Caryocar brasiliense) TEMPORÃO DO SUL DE MINAS GERAIS

Autores

  • Luiz José Rodrigues Universidade Federal de Lavras - UFLA
  • Eduardo V. de B. Vilas Boas Universidade Federal de Lavras - UFLA
  • Nélio R. F. de Paula Universidade Federal de Lavras - UFLA
  • Emanuelle M. de Alcântara Universidade Federal de Lavras - UFLA

Palavras-chave:

Caryocar brasiliense, Cerrado, parâmetros físicos, taxa respiratória, padrão de crescimento

Resumo

O objetivo deste trabalho foi a caracterização de pequi temporão, ao longo do seu desenvolvimento. Os frutos foram coletados a 12 km de Itumirim, sul de Minas Gerais (21º19’01”S, 44º52’16”W, altitude 871 m), em intervalos de quinze dias, a partir da antese, até a abscisão dos frutos. A floração do pequi iniciou-se no mês de maio e o ápice desse evento ocorreu em junho. Sua frutificação inicial ocorreu em julho, sendo que a maioria dos frutos maduros foi encontrada em agosto. O período compreendido entre a abertura da flor (antese) até a abscisão dos frutos foi de 117 dias. As coordenadas L* e a* aumentaram seus valores, indicando mudanças na coloração da casca, do verde-escuro (L* = 5,76 e a* = -24,83) para o verde-claro (L* = 24,83 e a* = -6,32). O fruto atingiu seu tamanho máximo aos 102 dias após a antese, com 109 g, 6,45 cm e 6,50 cm, representando a sua massa e diâmetros longitudinal e transversal, respectivamente. O pequi constitui-se em fruto com atividade respiratória extremamente alta, uma vez que apresentou respiração de 67,01 mL.CO2.kg-1.h-1, aos 117 dias após a antese.

PALAVRAS-CHAVE: Caryocar brasiliense; Cerrado; parâmetros físicos; taxa respiratória; padrão de crescimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz José Rodrigues, Universidade Federal de Lavras - UFLA

Departamento de Ciência dos Alimenros (DCA), Laboratório de Pós-Colheita e Bioquímica de Frutos e Hortaliças

Eduardo V. de B. Vilas Boas, Universidade Federal de Lavras - UFLA

Departamento de Ciência dos Alimenros (DCA), Laboratório de Pós-Colheita e Bioquímica de Frutos e Hortaliças

Nélio R. F. de Paula, Universidade Federal de Lavras - UFLA

Departamento de Ciência dos Alimenros (DCA), Laboratório de Pós-Colheita e Bioquímica de Frutos e Hortaliças

Emanuelle M. de Alcântara, Universidade Federal de Lavras - UFLA

Departamento de Ciência dos Alimenros (DCA), Laboratório de Pós-Colheita e Bioquímica de Frutos e Hortaliças

Downloads

Publicado

25-09-2009

Como Citar

RODRIGUES, L. J.; VILAS BOAS, E. V. de B.; PAULA, N. R. F. de; ALCÂNTARA, E. M. de. CARACTERIZAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO DE PEQUI (Caryocar brasiliense) TEMPORÃO DO SUL DE MINAS GERAIS. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 39, n. 3, p. 260–265, 2009. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/4024. Acesso em: 27 set. 2022.

Edição

Seção

Artigo Científico