Período de hidratação e agente químico adequados beneficiam o condicionamento fisiológico em sementes de braquiária

Autores

  • Thiago Barbosa Batista Universidade Estadual de mato Grosso do Sul
  • Flávio Ferreira da Silva Binotti Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
  • Eliana Duarte Cardoso Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
  • Edilson Costa Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
  • Daniele Maria do Nascimento Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho", Departamento de Proteção Vegetal

Palavras-chave:

Urochloa brizantha, giberelina, sacarose, riboflavina.

Resumo

O condicionamento fisiológico é uma alternativa para melhoria do desempenho de sementes que apresentam problemas de germinação, como é o caso das sementes de Urochloa brizantha. Objetivou-se estudar o período adequado de hidratação e agentes químicos empregados no condicionamento fisiológico, via imersão direta, na qualidade fisiológica e teor de carboidratos, em sementes de U. brizantha. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 3 x 4, com quatro repetições de cada tratamento, constituído por períodos de hidratação inferior, mediano e superior, na fase II da curva de absorção, e agentes empregados no condicionamento: água, giberelina, sacarose  e antioxidante (riboflavina). Foram realizados testes de germinação e vigor, além de teor de carboidratos, nas sementes. Verificou-se que sementes hidratadas no período inferior apresentam maior potencial fisiológico. O condicionamento com giberelina propicia maior emergência de plântulas, e com sacarose maior teor de carboidratos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

11-10-2016

Como Citar

BATISTA, T. B.; BINOTTI, F. F. da S.; CARDOSO, E. D.; COSTA, E.; NASCIMENTO, D. M. do. Período de hidratação e agente químico adequados beneficiam o condicionamento fisiológico em sementes de braquiária. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 46, n. 3, p. 350–356, 2016. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/38422. Acesso em: 20 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico